Brasília-DF,
02/DEZ/2020

Cultura dos aplicativos chega ao extremo do terror em 'A hora de sua morte'

Aplicativo amaldiçoado prevê quanto tempo de vida resta para o usuário, e a enfermeira Quinn Harris (Elizabeth Lail) precisa correr contra o tempo

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:28/02/2020 06:06Atualização:27/02/2020 19:45
No longa, uma enfermeira luta para evitar a própria morte (STX Entertainment/Divulgação)
No longa, uma enfermeira luta para evitar a própria morte
Saber quanto tempo cada pessoa possui de vida pode ser um alívio ou uma situação perturbadora. O filme A hora de sua morte apresenta o terror causado por um aplicativo que disponibiliza a informação sobre o fim da vida de quem o baixa e transforma o cotidiano de uma enfermeira, que precisa correr contra o tempo para se salvar de uma premonição.
 
Confira as sessões aqui 
 
O longa de estreia do diretor Justin Dec apresenta o desespero de Quinn Harris, vivida por Elizabeth Lail (Você), após descobrir, por meio do aplicativo de celular amaldiçoado, que tem apenas três dias de vida. A história fica mais tenebrosa quando mortes inexplicáveis acontecem por conta do app e a protagonista passa a buscar formas de evitar um fim precoce da própria vida.


 
 
 



COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES