Brasília-DF,
18/SET/2021

Balcony Music investe em programação especial para público mais experiente

Localizado na 413 Sul, o bar toca de tango ao rock e oferece mais de 45 drinques aos clientes

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Liana Sabo Publicação:11/10/2013 06:12

Especializada em música para maiores de 40 anos, a nova casa do empresário da noite José Luiz Paixão Côrtes abriu na 413 Sul em parceria com os mesmos sócios do primeiro BalcoNY  (Ed Alves/CB/D.A Press)
Especializada em música para maiores de 40 anos, a nova casa do empresário da noite José Luiz Paixão Côrtes abriu na 413 Sul em parceria com os mesmos sócios do primeiro BalcoNY
Um longo balcão de madeira escura num ambiente sofisticado e de pouca luz onde se acomodam 50 clientes (o dobro de gente fica ao redor) deu tão certo na 412 Sul que os proprietários do bar decidiram repetir a dose, mas com algumas novidades. Assim nasceu o filhote Balcony Music, que, como o nome sugere, tem uma pegada musical.


Idealizado por José Luiz Paixão Côrtes, Regina Pena e José Badaró, o novo bar ocupa duas lojas na 413 Sul (onde funcionava uma farmácia), em três pavimentos, com uma vistosa fachada verde e vermelha, e pequena vitrine que exibe flyers da programação. No subsolo, espaço para shows; no térreo, balcão comunitário em forma ondulada; e no primeiro andar, a cozinha.

Casa de música

Linguiça, bacalhau e iscas de pescada amarela são destaques  (Ed Alves/CB/D.A Press)
Linguiça, bacalhau e iscas de pescada amarela são destaques

 “As pessoas com mais de 40 anos sentiam falta de uma casa especializada em música de todas as épocas”, explica José Luiz Paixão. Daí a motivação de criar um ambiente onde se toca de tudo: tango, jazz, bolero, rock, especialmente Beatles. “Só não teremos sertanejo, nem axé”, garante o empresário. Na segunda e na terça, o som é mecânico, mas de quarta-feira a sábado, bandas se sucederão no palco de cortinas de veludo vermelho.


Previsto para inaugurar antes do fim de 2012, o bar sofreu atrasos devido a diversos fatores, como a liberação do financiamento bancário e, principalmente, da Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis), que embargou a obra algumas vezes.

Drinques e petiscos

Com mais de 45 drinques, a carta inclui roskas, especiais como cupuaçu com creme de coco fresco, martinis clássicos, como o Cosmopolitan, e coquetéis com prosecco, como o Valência (licor de apricot, suco de laranja e gotas bitter). No preparo dos drinques está o mixologista peruano Javier Bazan.


O cardápio de comidinhas não fica atrás. Destaque para os petiscos, como a empada do rei, com bacalhau desfiado e massa folhada (R$ 33), iscas de pescada amarela empanadas na tapioca e linguiça artesanal de cordeiro, com molho aioli e pão francês, por R$ 30 cada. Há sanduíches, carnes, massas e frutos do mar que vêm em panelinha de arroz, como arroz de camarão, de polvo e de bacalhau lascado, semelhante às da casa matriz. Comanda a cozinha o chef Cassio Nascimento, que trabalhou no Danoi. Telefone para reservas: 3536-0692.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Papa Charlie 12 de Outubro às 20:26

Pena que a Casa destruiu as calçadas e desrespeita o plano diretor de Brasília. AGEFIS, Cadê vc? Este puxadonho pode?

[Denunciar]

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK