Brasília-DF,
15/DEZ/2017

Marcelo Petrarca assume o Gazebo com propósito de rejuvenescer a casa

Uma das novidades é o penne com camarão e lichia, ou salmão tataki, algas desidratadas com legumes, e mac'n cheese trufada

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Liana Sabo Publicação:22/11/2013 06:15
Marcelo Petrarca, agora no Gazebo: cardápio com vertentes orientais (Rômulo Juracy/Divulgação)
Marcelo Petrarca, agora no Gazebo: cardápio com vertentes orientais

“Boa comida é boa comida, independentemente do preço e da avaliação que se faz do restaurante.” Essa declaração é do chef gaúcho Marcelo Petrarca (ex-Grand Cru), que assumiu as caçarolas do Gazebo, com o propósito de rejuvenescer uma casa de apenas 10 anos. A Enciclopédia Britânica define gazebo como “um lugar externo de estrutura aberta”. Ainda que correto, o termo não faz mais justiça ao atual restaurante, que surgiu com esse nome, na residência de seus proprietários, no Lago Sul, e ocupa atualmente uma projeção no Centro de Lazer Beira Lago. O Gazebo, com apenas quatro anos no novo endereço, foi submetido a uma reforma com vistas a torná-lo mais jovem.

Enquanto se realizavam as obras no térreo, sob o comando do arquiteto George Zardo, que criou até uma cabine exclusiva para o DJ, a cozinha testava pratos desenvolvidos pelo novo chef, que estreia cardápio com uma forte pegada oriental. “Eu não saberia definir a minha cozinha”, confessa o chef, encarregado de tornar mais leve e simples o menu.

Prato fundo

Uma das inovações de Petrarca é a linha bowles, palavra inglesa que significa tigela funda. Nela, você poderá experimentar um penne com camarão e lichia, ou salmão tataki, algas desidratadas com legumes, e mac’n cheese trufada, macarrão com creme de queijo e gratinada com gana padano. Eu provei um prato de macarrão japonês, chamado udon, com cogumelos shitake, legumes tostados (cenoura, aspargos frescos, tomate cereja e cebola roxa), shoyo, óleo de gergelim e filé-mignon. A carne no ponto exato se mescla bem à massa saudável e saborosa, que não tem nada a ver com a pasta al dente dos italianos. Os preços variam entre R$ 45 e R$ 52.
Udon: uma delícia refinada feita com macarrão japonês (Rômulo Juracy/Divulgação
)
Udon: uma delícia refinada feita com macarrão japonês

De segunda a sexta, há um menu executivo servido somente no almoço com entrada, prato principal e sobremesa por R$ 42. Depois da saladinha de folhas, tomate cereja, cebola roxa e molho de mel, que compõem a única entrada, você poderá escolher uma das cinco sugestões. Há dois filés — um à parmegiana com purê de batata baroa e outro picadinho com ovo poché, arroz e banana —, costela bovina assada com batata gratinada e aspargos; salmão grelhado ao molho de limão e cuscuz marroquino e risoto de camarão com pera caramelada.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK