Brasília-DF,
26/MAR/2019

Arroz, feijão, bife e batata frita. O 'Ki Filé' inova nos pratos que todo brasileiro gosta

Com 11 formas de preparar o filé, chef Roberto Vasconcelos combina temperos para fugir do convencional

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Bernardo Bittar Mariana Vieira Rebeca Oliveira Publicação:06/06/2014 06:01Atualização:05/06/2014 11:43
Arroz, feijão, filé e batata frita: receita de sucesso no Cavalcante
 ( Paula Rafiza/Esp. CB/D.A Press)
Arroz, feijão, filé e batata frita: receita de sucesso no Cavalcante
Roberto Vasconcelos, como um bom brasileiro que é, não dispensa a combinação mais brasileira de todas: arroz, feijão, bife e batata frita. No comando do Cavalcante (Ki Filé) desde 2002, ele sobreviveu a invenções gastronômicas e manteve a combinação no cardápio do restaurante, inaugurado pelo pai, Anastácio Cavalcante, e pelo tio Raimundo Nonato, em 1984. No estabelecimento, o que muda é a forma como o filé é temperado e servido. Chama a atenção o corte à Oswaldo Aranha, coberto por alho dourado e cebolas carameladas (R$31).

São 11 formas de preparar o filé, do a cavalo (no qual a carne ganha a companhia de ovo frito) até o à parmegiana (empanado e servido no molho de tomate), com valores entre R$28 e R$31. "O segredo para a combinação de arroz, feijão, filé e batata frita dar tão certo é que o prato não é enjoativo. É possível comê-lo todos os dias, mudando um ou outro tempero. Além disso, é um preparo relativamente barato, que cabe no orçamento dos brasileiros", comenta Roberto.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK