Brasília-DF,
15/DEZ/2017

Direto da serra gaúcha, casa Galetchê estrela as Favas Contadas da semana

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Liana Sabo Publicação:07/11/2014 06:10Atualização:06/11/2014 13:27
Rodrigo Launde e Taiana Santos apostaram em Águas Claras como polo gastronômico (Liana Sabo/CB/D.A Press)
Rodrigo Launde e Taiana Santos apostaram em Águas Claras como polo gastronômico
Um franguinho novo com pouco mais de meio quilo, assado na churrasqueira a gás e escoltado por um leque de acompanhamentos é a mais nova opção do circuito gastronômico de Águas Claras. "Nossa intenção era montar inicialmente um delivery, mas ao procurar um local, encontramos uma esquina ideal para colocar mesinhas e aí acabamos abrindo mesmo um restaurante", explica o gaúcho Rodrigo Boita Launde, que traz nas veias o conhecimento de assar carnes. Filho de Moacir Launde, sócio-proprietário da Porteira Grill e da Pampa, Rodrigo e o irmão Tiago (do Corrientes 348) "cresceram na churrascaria", como eles costumam dizer.

Com a proposta de oferecer o ícone culinário da Serra Gaúcha, a casa recebeu o nome de Galetchê, numa alusão ao galeto, herança dos imigrantes italianos que acrescentaram ao prato a companhia da polenta. Extremamente saborosa, a polenta frita leva sete horas no fogo até ficar pronta. "E sempre mexendo a panela", revela Taiana Santos, mulher de Rodrigo, que largou uma carreira na área de turismo para tocar a galeteria.

Primo canto


Abatido com pouco mais de um mês, o galeto ao primo canto, como é conhecido no Sul, é um frango de leite com cerca de 600g. Tem a carne mais tenra e absorve mais tempero. "No começo, causava surpresa nos clientes o tamanho do galeto", lembra Taiana, que aprendeu com a sogra Mari Lucia algumas receitas. A do arroz branco leva alho desidratado, cebola e salsinha que dá um sabor diferenciado ao trivial acompanhamento.

No recém-inaugurado restaurante, há duas opções de galeto: o simples por R$ 19,90 e o completo a Galetchê, que vem com arroz, espaguete ao alho e óleo, polenta crocante por fora e mole por dentro e farofa de ovos por R$ 58,90. Tanto um quanto o outro marinam 48 horas em alho com casca, azeite, sal, sálvia, alecrim, vinho, cerveja e nenhuma pimenta.

Só por encomenda

Outro prato campeão de vendas nesses dois meses de funcionamento é a parmegiana com um bifão de miolo de alcatra à milanesa, coberto por purê de batata, molho de tomate italiano natural e queijo gratinado, que vem em dois tamanhos: 400g por R$ 64,90 serve de duas a três pessoas, e 200g por R$ 36,90. O trio de carnes oferecidas pela casa fica completo com a costelinha de porco assada envolta no papel laminado antes de dourar, acompanhada de molho especial de laranja, mostarda e mel. Serve com arroz, farofa de ovos e fritas por R$ 59,90.

"Tudo lá é feito na hora", orgulha-se o dono da casa. Inclusive a maionese. "Eu só a sirvo fresca", garante Rodrigo, que experimenta quase todos os pratos. "Até já estou criando pena de tanto provar galeto", brinca. A casa funciona de terça a sábado para almoço e jantar e domingo, só para almoço. Telefone: 3568-5742. Endereço: Avenida Jacarandá, Lote 19, Loja 1 (Águas Claras).

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK