Brasília-DF,
21/SET/2021

Já conhecida na cidade, Toca do Chopp inova e amplia a gama de bebidas da casa

Para completar, o chef Claude Capdeville prepara petiscos especiais para aliar aos novos rótulos de cachaça

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Sara Campos - Especial para o Correio Rebeca Oliveira Mariana Vieira Publicação:21/11/2014 06:03
Claude Capdeville preparou um jiló recheado para juntar com cachaça de receita própria
 (Gilberto Alves/CB/D.A Press)
Claude Capdeville preparou um jiló recheado para juntar com cachaça de receita própria
Antigo conhecido dos brasilienses pela oferta de chope claro (R$ 7 - 300ml e R$ 6 - 200ml), aliado a bons petiscos, Claude Capdeville, da Toca do Chopp, inovou e ampliou a gama de bebidas com dois rótulos próprios de cachaça - a Toca ouro (R$ 8, a dose), envelhecida em tonéis de carvalho; e a Toquinha prata (R$ 7, a dose), envelhecida em tonéis de amendoeira.

Para ele, a bebida é uma antiga conhecida. "É um sonho que tenho há 16 anos, sou mineiro e tenho uma paixão natural por cachaça", explica. As duas bebidas foram lançadas esta semana e Claude já precisou repor o estoque. "Estou produzindo as cachaças há muito tempo para chegar a um produto redondo, equilibrado. A produção é feita em uma fazenda em Viçosa (MG), e um amigo meu toma conta do alambique, mas a receita é minha", completa.

Para beliscar, ele sugere o "trio de jilós", vendidos separadamente. São eles: o jiló cozido em molho de especiarias e recheado com pancetta suína defumada e cream cheese (R$ 6), chips de jiló frito (R$ 12); e a dupla de jiló cozido com ragu de carne de sol picante (R$ 12).

Toca do Chopp

(SEPN QI 9/10, Canteiro Central, Box 8, Quituarte, Lago Norte; telefone 9642-9636), aberto sexta, das 18h à 0h; sábado e domingo, das 11h às 19h.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK