Brasília-DF,
23/OUT/2018

Pinhão e abóbora juntos no mesmo prato é a investida da chef Dine Hinz

Personal chef Dine Hinz preza pela criatividade, e até os clássicos juninos surgem com nova roupagem

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Renata Rios Publicação:05/06/2015 08:07Atualização:04/06/2015 15:35
Personal chef Dine Hinz usa pinhão, comum na região Sudeste, onde nasceu  (Daniel Ferreira/CB/D.A Press)
Personal chef Dine Hinz usa pinhão, comum na região Sudeste, onde nasceu
Nas festas juninas aos moldes tradicionais, os ingredientes e as receitas são os mesmos de sempre. No entanto, nas mãos da personal chef Dine Hinz, que preza pela criatividade, até os clássicos juninos surgem com nova roupagem.

Antes relegado ao consumo puro, apenas cozido, o pinhão passa a compor o arroz brejeiro, receita exclusiva de Hinz que pode ser encomendada por R$ 140 (para seis pessoas). O prato também pode ser elaborado na casa do freguês, ao custo de R$ 45 por pessoa.
A receita é composta por arroz-agulhinha, filé-mignon em pequenos pedaços, crocante de bacon, abóbora-japonesa e pinhão em cubinhos. Dine explica que, diferentemente das castanhas, o pinhão exige cozimento longo. A chef o leva à pressão por 40 minutos com sal para atingir o ponto al dente.

Embora seja menosprezado em alguns estados, o pinhão é admirado no Sul e também no Sudeste do país, onde Dine nasceu e foi criada. “Ele é versátil e se assemelha à castanha portuguesa. Deveria ser mais utilizado no restante do ano”, afirma a campineira Hinz.
Para harmonizar, Dine sugere cerveja do estilo pilsen ou pale ale. “Se abrir mão do vinho é inevitável, recomendo uma uva não muito forte. Uma pinot noir combinaria bem”, acredita.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK