Brasília-DF,
22/SET/2021

Café e sorvete: acredite, os opostos se atraem

Veja como funciona essa maravilhosa mistura

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Renata Rios Publicação:18/09/2015 06:00Atualização:18/09/2015 16:06

Café e sorvete se encontram em novo endereço na 211 Norte (Ed Alves/CB/D.A Press)
Café e sorvete se encontram em novo endereço na 211 Norte
 

Há quem chame Brasília de “a cidade de duas estações”: seca e chuva. Da necessidade de criar uma marca forte que resistisse à seca e ao tempo chuvoso, nasceu o Café com sorvete.

O nome explica o que se encontra no cardápio. Os sorvetes artesanais são criados por Hugo Martins sem misturas prontas e os ingredientes artificiais.
“Os gelatos são feitos de leite, creme de leite, leite em pó, açúcar e fibras naturais, que dão a consistência necessária. Os sorbets, por sua vez, são elaborados à base de água, fruta, açúcares e fibras”, explica Hugo. Quem responde pelos cafés é o barista Wellington Oliveira.

Típico do cerrado, o baru dá um gostinho diferente à clássica receita de frapuccino (R$ 16), bebida gelada de café, sorvete de castanha-de-baru, leite, cobertura e creme de avelã. O mesmo sorvete pode incrementar o petit gateâu (R$ 9,50), receita livre de glúten.

Para fazer o gelato de baru, Hugo torra as castanhas e bate no processador até obter uma pasta cremosa. “Como o ingrediente tem gordura natural, usamos menos creme de leite”, pontua.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK