Brasília-DF,
23/MAR/2019

Chef Simon Lau ressurge bem mais descontraído

Localizado no Jardim Botânico, o dinamarquês oferece a oportunidade de fazer uma refeição em meio à flora do cerrado

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:02/10/2015 06:08Atualização:01/10/2015 18:30

 Simon Lau ( chef ) (Antonio Cunha/CB/D.A Press)
Simon Lau ( chef )
 

A primavera permite experiências que vão além de degustar pratos com flores comestíveis. A estação pode ser vivenciada de forma menos literal se o local escolhido para a refeição contar com o privilégio de estar localizada em um belo jardim.
Em Brasília, poucos restaurantes ou lanchonetes se encaixam melhor na proposta que o Simon Lau Smørrebrød, nova empreitada do chef dinamarquês Simon Lau.


Nesta nova fase, Simon Lau ressurge bem mais descontraído. “Pensei em retornar com uma proposta com preços e pratos mais informais, sem perder o requinte”, comenta.


Justamente por isso, a casa é especializada em smørrebrød, sanduíche aberto típico dinamarquês feito sob uma fatia de pão artesanal de fermentação natural, que pode ser preto de centeio ou branco, com farinha de trigo 00 (com menos glúten).


O mais conhecido atende pelo nome de gravad lax (R$ 25). É feito com salmão marinado no açúcar mascavo, sal, erva-doce, anis-estrelado, kümmel, pimenta-do-reino e dill por 48 horas.


Vegetarianos podem pedir o de avocado, com a fruta, mais cebola roxa, couve marinado, cerifolio (planta de uso comum na culinária argentina) e limão siciliano, a R$ 15.


O chef oferece um kit “móvel”, completo para piquenique, que facilita a degustação. Ele adianta: em poucos dias, será a vez de o aguardado Aquavit voltar à cena.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK