Brasília-DF,
18/SET/2021

La Tambouille aposta na pegada franco-italiana no seu menu gastronômico

Com a mescla de ingredientes e frutos mar, restaurante tem conquistado espaço no Distrito Fedral

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Renata Rios Publicação:13/11/2015 06:00Atualização:13/11/2015 18:36

A receita leva sete tipos de frutos do mar em seu preparo
 (Bruno Peres/CB/D.A Press)
A receita leva sete tipos de frutos do mar em seu preparo
 

Em meio à crise, na hora de comer fora, cada centavo economizado faz diferença. Por isso, a sugestão desta semana do Divirta-se Mais é apostar em preparos feitos em uma panela.

A forma mais simples de fazer uma receita conta com diversas vantagens, que são repassadas ao bolso do comensal na hora que chega a conta.
Os preparos de uma só panela não deixam a desejar em qualidade e sabor. Na lista de receitas, estão pratos tradicionais, como a paella, o yakisoba e o arroz de forno, tipicamente brasileiro.

o La Tambouille, a sugestão é a caldeirada de frutos do mar. “Cada ingrediente se complementa e o sabor fica maravilhoso no fim”, aponta Reginaldo Vieira, gerente do restaurante.

O preparo com apenas uma panela gasta menos gás, requer menos mão de obra e, normalmente, leva menos tempo para ser feito. No Le Sorelle, o risoto de três cogumelos é um exemplo que utiliza apenas um recipiente.

“Dessa maneira, o tempo de preparo fica menor, além de reduzir o custo de produção”, explica Mirella Calorio, sócia da casa.
O gerente do Chão de Estrelas, Lúcio Gomes, ressalta outro ponto, no entanto. “O custo do prato é principalmente dos ingredientes. Então, apesar de baixar o preço, não faz diferença na matéria-prima, que é o mais caro dos pratos”, alerta.

La Tambouille aposta na pegada franco-italiana no seu menu gastronômico


O melhor do tempero asiátia caldeirada de frutos do mar é um dos pratos servidos no La Tambouille. A casa, com uma culinária franco-italiana, aposta no prato como uma forma de misturar os sabores dos ingredientes em um preparo único.

“Refogamos em uma panela salmão, robalo, camarão, vôngoli, mexilhões, polvo e lula, cada um colocado no momento certo, para que a cocção de todos acabe junto”, explica Reginaldo Vieira, gerente da casa.

O preparo custa R$ 90 e o gerente explica que apesar de ser feitos em uma panela única, que reduz os custos, os ingredientes são muito caros. Vieira explica que os frutos do mar escolhidos têm sabor complementar, harmonizando o preparo que apesar de ter um sabor forte, é muito apreciado.


Outras sugestões que o gerente dá são o robalo à Cleópatra (R$ 90), peça do peixe grelhada servida com o molho e acompanhada pelo talharim da casa, ou a paleta de cordeiro (R$ 85), também acompanhada pela massa.

Para finalizar, a sugestão é a sopa de frutas vermelhas — framboesa, amora, morango e cereja em conserva — com sorvete de creme (R$ 20).
“Colocamos em uma frigideira as frutas batidas e0 açúcar, até ganhar consistência e acrescentamos o creme de leite fresco e o sorvete”, ensina o gerente.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK