Brasília-DF,
24/MAI/2017

Alex Miranda cria menu de drinques inspirado em Brasília

Coqueteleiro profissional, ele faz misturas com e sem álcool com ingredientes diferentes, como flor de hibisco e pequi

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Publicação:21/04/2017 06:00Atualização:20/04/2017 18:10
Alex Miranda se inspirou na cidade onde nasceu e inventou coquetéis surpreendentes (Uma Comunicação/Divulgação)
Alex Miranda se inspirou na cidade onde nasceu e inventou coquetéis surpreendentes

Aos 57 anos, a capital caminha com as próprias pernas em muitos segmentos. Um deles é o da coquetelaria. A cidade já tem profissionais em nível avançado que se colocam entre os melhores do país. Entre eles está Alex Miranda, cria de Brasília, mas formado em Buenos Aires. Embora tenha se mudado para o Rio de Janeiro aos 5 anos, as formas, cores e cartões-postais da capital do país nunca deixaram de permear o imaginário do bartender.

Ele recorreu a essas lembranças para criar um menu de drinques em homenagem à cidade. As receitas estão disponíveis no restaurante Nebbiolo, do qual é consultor. Ainda que tenha 20 anos de experiência e passagem por grandes casas Brasil afora, Alex fez questão de voltar às origens. Estudou as preferências do público local e incorporou ingredientes regionais, como o pequi, nos coquetéis que produziu, com viés contemporâneo.
 
“Mesmo nascido em Brasília eu não conhecia o pequi. Cláudia Gonçalves de Castro, proprietária do Nebbiolo, me apresentou quando fizemos um trabalho em Goiânia. Fiquei apaixonado, não há nada parecido com ele na gastronomia e nem na coquetelaria”, relembra.
 
O fruto amarelado que desperta reações de amor e ódio entrou na composição do moscow mule do cerrado (R$ 25), em forma de espuma e somado a vodca Absolut, suco de limão e Monin (xarope) Mojito Mix. Não bebe? O Divirta-se Mais ensina uma versão sem o destilado, e que também pode ser solicitada no restaurante, por R$ 15.
 
Bebida do momento, o gim aparece para reforçar o boom do ingrediente. “Já temos quatro marcas sendo produzidas no Brasil”, diz Miranda. O destilado é usado na mistura batizada de Alvorada (R$ 26), com gim, tônica, Monin de hibisco, flor de hibisco e hortelã.

Onde beber

Nebbiolo Restaurante (409 Sul, Bl. D, lj. 30, 2099-6640), aberto de terça a sexta, das 12h às 15h, e das 19h à 0h30; sábado, das 12h às 16h30, e das 19h à 0h30; e domingo, das 12h às 16h30.

RECEITAS

 

Alvorada

Ingredientes
• 50ml de gim
• 150ml de tônica
• 20ml de Monin Hibiscus
• 5 flores de hibisco
• 2 folhas de hortelã

Modo de fazer
Coloque os ingredientes um a um e mexa suavemente, deixando por último as flores e folhas.

Mule do cerrado sem álcool

Ingredientes
• 70ml de água sem gás
• 40ml de suco de limão
• 15ml de Monin Mojito Mix
• 50ml de espuma de Pequi

Modo de fazer
Bata todos os ingredientes em uma coqueteleira — com exceção da espuma, que entra por último, na finalização.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK