Brasília-DF,
21/NOV/2017

De mãe para filho: Suzana e Flávio Leste dividem o amor pela culinária na cozinha do Villa Tevere

Sócios há 30 anos, eles dividem experiências e sentimentos no comando de um dos restaurantes mais tradicionais de Brasília

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Publicação:12/05/2017 06:00Atualização:11/05/2017 18:51
Suzana e Flávio vivem a parceria diária dentro da cozinha (Antonio Cunha/CB/D.A Press)
Suzana e Flávio vivem a parceria diária dentro da cozinha

Cozinhar é amor. Nas famílias tradicionais, fazer comida para o filho é transferência de afeto. Na casa de Suzana Leste e Flávio Leste, do Villa Tevere, é também sustento, estilo de vida, história e negócio. 

Sócios há pelo menos 30 anos, mãe e filho têm uma relação que se distingue do comum. Primeiro porque não seguem a hierarquia tradicional, na qual um manda e, ao outro, só cabe obedecer. São amigos, em tudo que a essência da palavra envolve.

Longe do glamour 

Exímia cozinheira e professora gastronômica, Suzana Leste começou a carreira há 44 anos. Ser chef, ela relembra, passava longe da glamourização de hoje. Apesar disso, a profissão sempre fascinou a empresária, que viajou inúmeras vezes ao exterior em busca de técnicas, conhecimento e livros sobre o assunto. Buscou uma formação sólida de forma autodidata, inspirada em nomes como o francês Laurent Suaudeau, que mudou a cozinha do Rio de Janeiro e, posteriormente, do país. No começo, ela trabalhava em casa, dando aulas de arte culinária, como eram chamados os estudos gastronômicos. Depois, montou um bufê em que atendeu uma dezena de personalidades e chefes de Estado. Em 1999, veio a abertura do Trastevere Ristorante (que mudou para Villa Tevere, em 2001), uma consequência natural desse caminho.

História 

De olho nas tendências internacionais, Suzana Leste levou a gastronomia brasiliense a outro patamar. Chegou a servir 10 mil pessoas no bufê que comandou durante 22 anos. Fez 10 eventos em um fim de semana. Ainda assim, a potente mulher na esfera profissional tinha momentos em que desabava em lágrimas ao chegar em casa, exaurida pela rotina pesada. E era Flávio, ainda adolescente, quem a consolava. A difícil separação no casamento foi apenas uma entre tantas fases nebulosas que superaram juntos. “Comecei a trabalhar aos 14 anos para salvar a minha mãe. Estava em formação, e eu já era um parceiro, um sócio de vida, preocupado com as obrigações financeiras da família”, emociona-se o chef.

Inspiração

Ambos se complementavam, em uma conexão que enxergam como cármica. Acostumado a ver a mãe entrar pela porta dos fundos nas casas em que serviriam jantares, postura da qual até hoje se orgulha, Flávio Leste mantém os pés no chão ao falar da carreira que escolheu para si. “Chef de cozinha não é sobre ‘ser’, mas sobre ‘estar’. É um cargo, e isso faz com que a gente entenda os subordinados como uma equipe. Temos uma empatia”, acrescenta.

Nos negócios

O difícil, para Suzana, é conciliar a visão comercial dela e do filho. Enxergar isso com amor, sobretudo em tempos bicudos na economia, exige uma boa dose de respeito. “A tolerância e a paciência fazem com que caminhemos juntos sem sermos submissos”, diz a chef. “A sociedade é um casamento. Não existe jornada. Trabalhamos full time. Em uma relação societária sem família envolvida, cada um vai para sua casa e acabou, não existe uma questão emocional. Quando se trabalha em qualquer área onde se tem uma relação afetiva, é muito difícil conseguir separar as coisas. O segredo é entender que não existe o certo A e o certo B. Existe o certo para o C, que é a empresa. O foco é o bem-estar dela”, ensina Flávio.

Parceria 

Na casa onde mora, Suzana Leste exibe uma placa em que diz: “Me ame quando eu menos merecer, que é quando eu mais preciso”. Foi o que Flávio Leste fez, ao longo dos 48 anos de vida. A retribuição se vê nos olhos mareados da mãe, enquanto dá a entrevista. “Abrimos caminhos juntos, à faca. Enfrentamos um terreno árido e difícil até chegar aqui”, 
recorda-se Suzana.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK