Brasília-DF,
21/OUT/2017

Em celebração ao Dia do Professor, conheça os mestres que ensinam culinária no DF

Catarina Melo e Paulo Tarso são alguns dos exemplos

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Correio Braziliense Publicação:13/10/2017 06:00

O próximo domingo ganha contornos especiais por ser a data em que se celebra o Dia do Professor. Muitos deles não usam apenas giz e quadro-negro, mas também talheres e panelas. Incansáveis, professores de gastronomia são responsáveis por fazer de muitos glutões da capital aspirantes a chef. Não são raros os casos de pessoas que se matriculam nas aulas por hobby e, depois, até seguem de vez os interessantes e desafiadores rumos da profissão. O Divirta-se Mais apresenta alguns profissionais que se dedicam ao ensino da culinária no Distrito Federal.

Chef Catarina Melo

 (Bruno Peres/CB/D.A Press)


Catarina Melo bem que tentou enveredar pela advocacia, mas a vocação gastronômica falou mais alto. Depois de estudar em centros especializados dentro e fora do país, passou a fazer cursos rápidos para turmas pequenas em espaços na Asa Sul e Lago Sul. As aulas são diversas e ela ensina da cozinha italiana à oriental, tema da próxima edição, agendada para o dia 16 e com investimento de R$ 150 (valor que inclui degustação, bebidas, certificado, apostila e touca). Os alunos aprenderão como fazer tataki (de salmão e/ou atum), sunomono de pepino e kani, tempurá de camarão e yakitori com molho teriyaki (um espetinho japonês de frango). As inscrições podem ser feitas pelo número 98116-4301 ou via site, acessando o chefcatarinamelo.com.br.

Kaza Chique

Impossível falar de aulas gourmet sem citar a Kaza Chique, na 102 Norte (Bloco D, lojas 18/34; telefone 3032-8002), que funciona como loja e espaço de aulas. Os cursos são diversos. De módulos básicos gerais para iniciantes a temas específicos. O valor das aulas depende da duração e inclui degustação, apostila e certificação. No dia 16, começa uma nova turma de culinária sem glúten e sem lactose. Com a mão na massa, os “dublês” de chef serão desafiados a fazer pizza, espaguete e até um bolo dentro desse nicho que ganha adeptos de forma exponencial. O investimento é a partir de R$ 161,95. Mais informações e inscrições no site www.kazachique.com.br.

Paulo Tarso

 (Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)


Embora esteja às vésperas de lançar o mais recente projeto (o restaurante Mosaico, atualmente em funcionamento na área gastronômica da Casa Cor Brasília), o foco do chef Paulo Tarso são as aulas gastronômicas. “Posso trabalhar em 30 restaurantes, mas nunca abrirei mão do curso. Dou aula de segunda a sexta”, diz. O próximo (com custo de R$ 3.000 mais R$ 500 de matrícula) tem início em 23 de outubro e pode ser adquirido no site chefpaulotarso.com.br. As aulas, divididas em 10 módulos, acontecem em uma cozinha própria, montada 308 Norte (Bl. C, lj. 59).

Nutrichef


Prestes a inaugurar mais uma unidade, o Nutrichef (211 Sul, BL. B, lj. 4) prossegue com o lema de que comida saudável também pode ser saborosa. Chef e nutricionista, Tâmara Rolim está à frente da operação. As aulas-jantares geralmente têm 3 horas de duração (por R$ 260) e não exigem experiência prévia. As turmas são pequenas, com no máximo 10 alunos. Na próxima segunda, às 18h30, o tema é como preparar polvo, molusco que muita gente não encara por ter medo de errar o ponto. O atendimento prévio para verificar a disponibilidade é realizado via WhatsApp pelo número 99822-0051 ou e-mail contato@nutrichefbrasilia.com.br.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK