Brasília-DF,
18/DEZ/2018

Confira restaurantes para aproveitar a época da seca

Ceviches, pratos clássicos da gastronomia peruana são uma das opções, no restaurante Taypá

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Renata Rios Rebeca Borges* Publicação:17/08/2018 06:02Atualização:16/08/2018 18:26
Alternativas de suco fartas e variadas oferecidas no TNT Fit Food (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
Alternativas de suco fartas e variadas oferecidas no TNT Fit Food
 
A seca na capital federal é algo marcante na vida dos brasilienses. Já habituados com a baixa umidade que dura longos períodos, é nesta época que os comensais da cidade buscam receitas que vão além de simplesmente alimentar. Esse é um período em que "frescor" é a palavra da vez.
 
Entre as várias opções, frutas e verduras podem ajudar a trazer refrescância à receita. As saladas de frutas ganham um carinho especial no Daniel Briand, onde, para a receita ficar ainda mais refrescante, o chef acrescenta hortelã ao suco de laranja da salada.
 
Já para um almoço ou um jantar, o Limoncello Ristorant oferece, na sugestão do chef, robalo com risoto de limão siciliano. "Esse prato é muito bem recebido pela nossa clientela, além de ser ideal para a época do calor", pondera Fabiany Damasceno.
 
Os sucos não podem ficar de fora quando o assunto é frescor e hidratação. No TNT Fit Food as alternativas são as bebidas à base de ingredientes como limão, maracujá, laranja, água de coco e melancia. "Esses sucos refrescantes são ideais para acompanhar um açaí nesses dias de calor", garante Raphael Guimarães, um dos sócios da casa.

Para finalizar, os gelatos da Casa Doce trazem sabores refrescantes, como o sorvete de menta ou o picolé de limão, e ainda levam um cuidado especial: "Por serem artesanais, os nossos gelatos têm uma qualidade diferenciada. Os sorvetes de frutas são feitos com as próprias, por exemplo, e acabam seguindo a sazonalidade delas", explica Fabrício Tonon, sócio e chef da casa.

Serviço
Confira os endereços das casas citadas na matéria na página 8. 

Um copo de frescor, por favor!

 
Alternativas de suco fartas e variadas oferecidas no TNT Fit Food (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
Alternativas de suco fartas e variadas oferecidas no TNT Fit Food
 

Poucas coisas são tão refrescante quanto um belo copo de suco. As possibilidades de sabor são muitas. No TNT Fit Food, os sucos são servidos em doses fartas: o pequeno com 350ml (a partir de R$ 6,50), e o grande vem em um imponente copo de 680ml (a partir de R$ 9,90). "Quando começamos, servíamos apenas a opção grande. Com o tempo e os pedidos, criamos o copo menor", revela Raphael Guimarães, sócio da casa.
 
No menu da casa dividem espaço sucos, sucos fit e sucos especiais. “Temos diversas combinações, algumas com água de coco, por exemplo, que ajuda a hidratar bem”, pontua Raphael. Entre os sabores que ele destaca estão detox, de beterraba e maçã; cacau com uva; maracujá com laranja; melancia com maracujá; e melancia com limão.
Para acompanhar, a dica é açaí. “Essa combinação de suco e açaí é ótima. Ela alimenta bem, mas também refresca”, sugere Jonas Fragoso, também sócio do estabelecimento localizado em Águas Claras.

Mais uma unidade

Além das unidades do Sudoeste, do Iguatemi e da recém-inaugurada unidade em Águas Claras, o TNT Fit Food terá a partir do dia 20 deste mês uma quarta unidade, na 307 Norte.

Para brindar no calor

 
A sangria é uma das opções de drinques do restaurante espanhol Jamón Jamón
 (Andre Dusek/Jamón Jamón)
A sangria é uma das opções de drinques do restaurante espanhol Jamón Jamón
 

Os drinques do restaurante Jamón Jamón são uma alternativa interessante para enfrentar os dias quentes e secos da capital. Há cerca de dois anos, o estabelecimento oferece aperitivos tradicionais da gastronomia espanhola, além de pratos como paella.
 
A sangria (R$ 75, a jarra; R$ 26, o copo) é uma das bebidas recomendadas para esta época do ano. "Ela é uma bebida festiva, consumida entre os espanhóis em momentos de celebração e, claro, de muito calor. Esse drinque foi uma forma encontrada pelos espanhóis de continuar consumindo vinho tinto mesmo no verão", afirma Simone Garcia, proprietária do estabelecimento.
 
A receita é preparada com vinho tinto, vermute, licor de laranja, suco de fruta, pedaços de frutas, soda e gelo. A casa também oferece o drinque com vinho branco, mas Simone garante: "A sangria de vinho tinto é, de longe, a mais pedida, é o drinque estrela da casa".
 
Outra alternativa é a bebida clericot (R$ 75, jarra; R$ 26, o copo). O drinque é preparado com espumante, suco e licor de laranja e frutas. Para acompanhar, a sugestão da casa é o prato calamares à la plancha (R$ 29). A iguaria consiste em uma porção de lulas inteiras, frescas, salteadas na chapa com azeite de oliva virgem, acompanhadas de fatias de baguete de fermentação natural.

Happy hour à espanhola!

De terça a quinta, o Jamón Jamón oferece um happy hour de sangria, até as 20h30. O estabelecimento serve dose dupla do drinque por R$ 24.

Toque especial

 
As frutas aparecem com tudo em diversas receitas pra lá de refrescantes no Daniel Briand (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
As frutas aparecem com tudo em diversas receitas pra lá de refrescantes no Daniel Briand
 

As frutas podem ser refrescantes em diversos formatos. Além dos sucos, o ingrediente ganha status de protagonista na gastronomia francesa, em que aparece em receitas refrescantes. Na confeitaria Daniel Briand, a salada de frutas ganha um toque especial. Além do frescor das frutas frescas, apresentadas em charmosas bolinhas, o chef dá um toque com hortelã no suco de laranja, em que as frutas vem imersas.
 
"A salada ainda vem com um chantili de limão. Pensamos muito na questão estética na hora de montar a receita", revela Briand. A salada de frutas conta com melão, laranja, mamão, melancia e uva e pode ser pedida avulsa (R$ 11), ou no Première formule (R$ 55), que conta com cesta de pães, bebidas, manteiga, queijo e geleia, além da salada de frutas.
 
Outra pedida é o Verrine de iogurte (R$ 18) — iogurte caseiro, coulis de framboesa, cereais e frutas frescas. Ainda vale conferir a verrine com creme patissiere e chantili (R$ 22) — massa crocante de amêndoas, frutas, creme legère e coulis de framboesa. "Nesse caso já é mais uma sobremesa", afirma Daniel, que ainda oferece no espaço os sorvetes da casa (R$ 11 — uma bola), que podem ser sorbets ou glaces — sem leite ou com leite, respectivamente.

Satisfação com leveza

 
As saladas do Cafezinho são alternativas para encarar o calor e se manter bem alimentado
 (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
As saladas do Cafezinho são alternativas para encarar o calor e se manter bem alimentado
 
 
As saladas são ótimas pedidas para o calor e para o tempo seco: as folhas contam com muita água e são refrescantes. Essa iguaria é uma das especialidades do Cafezinho, na Asa Norte. Sob o comando de Valéria Charbel, a casa funciona há sete anos, e conta com uma variedade de saladas no cardápio.
 
"As saladas são leves, mas deixam o cliente satisfeito. A gente procurou colocar sempre uma proteína e um carboidrato nas receitas", conta a proprietária do estabelecimento. 
 
Frango grelhado, contra filé em tiras, peito de peru defumado e peito de frango desfiado são algumas das opções de complementos disponíveis no local para adicionar ao prato.
 
Para o calor, uma das sugestões de Valéria é a salada de kani-kama (R$ 21,90). Servido em porção individual, o prato conta com um mix de folhas (alface crespa, rúcula e alface americana), queijo minas, manga, kani-kama e gergelim. Além disso, a iguaria acompanha um molho, escolhido pelo cliente. "Para essa salada, a sugestão é molho shoyu", sugere Valéria.
 
Outra alternativa para o calor é a salada tropical (R$ 10), com salada de frutas da época, sorvete de creme e chantili. "Quando é época de calor, o pessoal pede bastante. Pensamos em adicionar o sorvete para ficar mais refrescante", afirma Valéria.

Clássico peruano

 
Os ceviches são especialidade do restaurante peruano Taypá (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
Os ceviches são especialidade do restaurante peruano Taypá


Conhecidos pela sensação de frescor, os ceviches são pratos clássicos da gastronomia peruana. O preparo é uma das maiores especialidades do restaurante Taypá. Sob comando do chef Marco Espinoza, o estabelecimento conta com oito opções de ceviche no cardápio.
 
"A culinária peruana tem uma variedade de peixes muito forte. Também temos muitos frutos do mar, que são bem frescos", afirma o chef Espinoza. Ele explica que, no país, o ceviche é conhecido por ser um prato saboreado durante o dia. "No Peru, se come ceviche durante o ano todo, mas sempre na parte do dia. É um hábito comum”, completa Marco. O chef completa: "um bom ceviche deve ser feito com um peixe bem fresco".
 
Para a época de altas temperaturas, a sugestão de Espinoza é o ceviche da casa (R$ 57,50), preparado com peixe fresco e leite de tigre. Outra alternativa é o ceviche criollo (R$ 71,20), com polvo, peixe branco, lula e camarões com leite de tigre, creme de coentro e cebolas em tempura. Para os vegetarianos, a sugestão é o el vegano (R$ 57, 50), com vegetais crus, leite de tigre laranja, quinoa crocante e gengibre.

Direto das águas

 
O C%u2019est si bon oferece opções de entrada com peixes e frutos do mar para uma refeição refrescante (Jhonatan Vieira/Esp. CB/D.A Press)
O C%u2019est si bon oferece opções de entrada com peixes e frutos do mar para uma refeição refrescante
 

O francês C’est si bon oferece um menu variado, em que se destaca o prato gravlax (R$ 45), novidade no cardápio. "Esse prato foi elaborado para um festival, mas acabou entrando no menu oficial", conta Sérgio Quintiliano, proprietário da casa.
 
O prato apresenta lascas de salmão curado à moda escandinava. "Fazemos a cura com sal, açúcar e especiarias. As lascas do peixe são pressionadas com um peso para que o salmão absorva os temperos e desidrate", explica Sérgio. Após 48 horas, o salmão é lavado, para tirar o excesso de temperos. O preparo também conta com endro, folhagem da planta erva-doce.
 
"O endro é uma folha muito refrescante, que combina muito bem com peixes", afirma Quintiliano. A entrada é servida com sour cream e pepinos em conserva. "O salmão acaba ficando com um gosto bem suave", garante Sérgio.
 
Outra sugestão de prato refrescante é a vinagrete de polvo (R$ 32,50). "Ela já está no cardápio há mais de um ano, e tem uma aceitação muito boa", explica Sérgio. O polvo — cozido com cautela, para não ficar com textura borrachuda —, é servido com vinagrete de cebola roxa, tomate em cubos, pimentão e suco de limão.

Cítrico e refrescante

 
O robalo guarnecido de risoto de limão siciliano é a sugestão do chef no Limoncello, devido ao frescor do preparo (Janine Moraes/CB/D.A Press)
O robalo guarnecido de risoto de limão siciliano é a sugestão do chef no Limoncello, devido ao frescor do preparo
 

No Limoncello Ristorant, o frescor aparece no cardápio na forma de uma sugestão do chef que acompanha a casa desde seus primórdios. É o robalo acompanhado do risoto de limão siciliano da casa (R$ 96). "Ele é muito popular entre nossos clientes, que será sugestão para esse período de calor e seca", explica a proprietária do local, Fabiany Damasceno.
 
"É um prato com acidez e frescor", pontua a proprietária da casa, que revela: "Essa é minha receita, pensei na combinação e achei que ficaria atraente para a casa". Ela ainda indica um Chardonnay como boa harmonização para a receita.
 
Já para finalizar a refeição, não poderia faltar uma deliciosa sobremesa. Entre as alternativas apresentadas no menu, Fabiany destaca um clássico italiano, a panacota com creme de mascarpone, amaretis e calda de frutas vermelhas (R$ 34). Vale ainda conferir os limoncellos da casa, que trabalha com algumas variedades da bebida, entre elas a versão artesanal feita na casa, uma cortesia para a clientela.

Combinação de sucesso

 
No Mesclattino, os combinados vêm com um sanduíche e um smoothie (Gilberto Alves/CB/D.A Press)
No Mesclattino, os combinados vêm com um sanduíche e um smoothie
 

Para quem vai ao Mesclattino, as opções saborosas vão muito além dos sorvetes. O local oferece opções de preparos leves e saborosos, que prometem agradar o comensal nos dias de calor. Entre as alternativas, Francisco Emílio, proprietário do local, sugere os combinados: um dos sanduíches da casa acompanhado de um smoothie.
 
Entre as opções de sanduíche, o proprietário destaca o sanduíche chicken pesto (R$ 17,90, ou combinado por R$ 26,10) — tiras de frango, berinjela e abobrinha grelhados, mix de folhas, muçarela de búfala e molho pesto. "Esse é um sanduíche leve e de fácil digestão", garante.
 
Para acompanhar, a dica é o smoothie de limão siciliano com raspas de laranja batido com água de coco. Ainda de frango, a casa oferece o chicken agridoce (R$ 17,60, ou combinado R$ 27,10) — mix de folhas, frango em tiras, alho-poró salteado, cenoura, muçarela e molho mostarda e mel. "Para esse, a dica é pedir o smoothie de manga, gengibre e iogurte natural que temos na casa", aponta.
 
Já entre os vegetarianos, a casa traz o alto astral como uma alternativa. "Ele é feito com mix de folhas, cenoura, alho-poró salteado, tomate em cubos e molho pesto para finalizar", descreve. Francisco ainda complementa que o local oferece três tipos de pão, o de espinafre com cenoura, o integral e o branco.

Novidades no menu

Para o mês de setembro, a casa promete novidades no horário de funcionamento e no cardápio. Entre as mudanças, Francisco Emílio promete ampliar as opções de lanche. Outro item que deve engrossar o menu é o chá-mate gelado, assim como opções de cafés gelados.

A majestade, o sorvete

 
O chef Fabrício Tonon prepara picolés, sorvetes, minou pop e até gelato sandwich para alegria da clientela
 (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
O chef Fabrício Tonon prepara picolés, sorvetes, minou pop e até gelato sandwich para alegria da clientela
 

Quando o assunto são os gelatos, Fabrício Tonon não brinca em serviço. Na Casa Doce, o chef preza pela qualidade dos produtos oferecidos e explica que a produção de gelatos da casa é feita com a gordura do próprio leite."Na Itália, o gelato é considerado um alimento e, por isso, é feito da forma mais saudável possível. Aqui na Casa Doce, seguimos esse pensamento e usamos, por exemplo, leite fresco para a produção artesanal", pontua Tonon.
 
Entre as alternativas geladas, opções para adultos e crianças, os pais podem ter um momento nostálgico com os Minou pop (R$ 9,90) — bolinhas de sorvete cobertas por chocolate. "Essa é uma receita que veio da casa da minha avó", recorda-se Fabrício. Outra pedida é aproveitar o gelato sandwich (R$ 12): "Essa ideia eu tirei da Disney. Fazemos o biscoito, e a massa do sorvete é diferenciada", pondera.
 
Já entre os clássicos sorvetes (R$ 10,50 — 100g), o chef explica que tenta trabalhar sempre com opções diversas, como sorvetes de frutas. "O sorvete de frutas vermelhas é um coringa, mas o que não pode faltar é o de pistache", revela. Vale ainda conferir os picolés do local, que contam com sabores como ovo maltine, limão e chocolate (R$ 12,90, cada um).
 
*Estagiária sob supervisão de Vinícius Nader 
 

Onde comer


C’est si bom (213 Norte, Bl. A; 3272-1005), aberto diariamente, das 11h30 à 0h.

Cafezinho (407 Norte, Bl. E, lj 3; 3033-5775), aberto de segunda a sexta, das 7h30 às 21h, e sábado, das 8h30 às 17h.

Casa Doce (112 Sul, Bl. A, lj 29; 3445-2807), aberto de terça a sexta, das 9h às 20h; sábado, das 9h às 19h; e domingo, das 9h15 às 18h.

Daniel Briand (104 Norte, Bl. A, lj 62; 3326-1135), aberto de terça a sexta, das 9h às 22h; sábado, das 8h às 22h; e domingo, das 8h às 22h.

Jamón Jamón (109 Norte, Bl. D; 3032-2595), 
aberto de terça a quinta, das 18h à 0h, e sábado, das 12h às 15h e das 19h à 0h.

Limoncello Ristorant (402 Sul, Bl. A, lj 33; 3226-3208), aberto de segunda a sábado, das 12h às 15h e das 19h às 23h; domingo, das 12h às 16h.

Mesclattino (107 Norte, Bl. D, lj 43; 3272-0123), aberto segunda, das 17h às 23h; de terça a domingo, das 12h Às 23h.

Taypá Sabores del Peru (QI 17, Comercial, Bl.G, ljs 208/210, Fashion Park, Lago Sul; 3248-0403), aberto de segunda a sexta, das 12h às 15h e das 9h à 0h, sábado, das 12h às 16h e das 19h à 01h, e domingo, a partir das 12h.

TNT Fit Food (Av. Araucárias 1325, lj 30, Ed. Real Quality; 3971-7142), aberto diariamente, das 11h às 23h; ou (CLSW 301, Bl. C, lj 14; 3257-2777), aberto de segunda a sexta, das 12h às 22h; sábado, das 12h às 19h.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK