Brasília-DF,
14/NOV/2018

Veja estabelecimentos que oferecem pratos com ovos

Do café da manhã à sobremesa, são muitas as receitas que levam ovo. A proteína volta a ser a queridinha da vez

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Borges* Renata Rios Publicação:07/09/2018 06:00Atualização:06/09/2018 17:33
Prato feito de bife, ovo, feijão e farofa servido no Restaurante Tete-a-tete ( Zuleika de Souza/CB/D.A Pres)
Prato feito de bife, ovo, feijão e farofa servido no Restaurante Tete-a-tete

 
Com o ovo, a palavra de ordem é  versatilidade. O ingrediente pode ser usado nas mais diversas receitas, sendo ou não protagonista. Outra característica louvável do ovo é o preço, que o torna consideravelmente acessível em relação a outras fontes de proteínas.
 
O Divirta-se Mais selecionou receitas que trazem o ovo em destaque. O comensal pode começar o dia com um saboroso café da manhã, na Quitinete. Entre as alternativas, o café Matinal vem com os ovos mexidos com bacon crocante; já no brunch da casa, os mesmos vêm no formato de ovos benedict. “Temos muitas receitas com ovo na casa. Os preparos podem ser sobremesas, pratos principais e acompanhamentos, além de todo mundo comer, das crianças aos adultos”, destaca Patrícia Kellen, proprietária da casa.
 
Já para quem vai ao BSB Gril, Issa Attie, um dos sócios da casa, afirma: “o ovo é muito versátil, ele aceita tudo”. Na casa, ele destaca a farofa de ovos e o arroz biro-biro. “ Nosso cliente sempre acaba pedindo uma guarnição com ovos”, sugere.
 
Para finalizar a refeição e, quem sabe, voltar à infância, o quindim, bem amarelinho, faz parte da memória afetiva de diversos comensais. A receita leva basicamente gemas, açúcar e coco ralado e é vendida não só na versão tradicional, como também em alternativas inusitadas, como o quindim de nozes. “Usamos muito ovo aqui, para se ter uma ideia, dez dúzias de ovos rendem entre 80 e 100 doces”, revela.

*Estagiária sob a supervisão de Vinicius Nader 

Os ovos mexidos são servidos com bacon crocante no café da manhã na Quitinete (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
Os ovos mexidos são servidos com bacon crocante no café da manhã na Quitinete
 
 

Para todos os momentos 

 
Na Quitinete, o ovo é um ingrediente primordial. Ele é amplamente utilizado em preparos como os bolos, mas ganha o papel de protagonista em algumas receitas. “O ovo é um alimento que aparece em todas as dietas. As crianças gostam, os adultos, quem está querendo perder peso, os vegetarianos... Ele é uma proteína coringa”, avisa Patrícia Kellen, proprietária da casa.
 
Mas existe um momento do dia em que o ovo não pode faltar: o café da manhã. Para quem opta pelo matinal (R$ 30), Patrícia detalha o que o comensal recebe à mesa: “Misto de peito de peru com queijo cheddar, ovos mexidos com bacon crocante, suco de laranja, bebida quente e salada de frutas”.
 
Já no brunch (R$ 35), a quantidade de itens aumenta: “Suco de laranja, cesta de pães, manteiga, requeijão, geleia, queijo branco, bolo do dia, ovos benedict, bacon, panqueca americana, salada de frutas e uma bebida quente”, lista a proprietária. “Os ovos benedict são feitos pochet, servidos sobre uma torrada com presunto e cobertos por molho branco e um toque de páprica. É um preparo que flerta com o croque monsieur”, descreve.

A farofa de ovos é um dos acompanhamentos mais pedidos no BSB Grill (Arquivo pessoal/Divulgação)
A farofa de ovos é um dos acompanhamentos mais pedidos no BSB Grill

 

Inspirada no mestre 

 
Quem é antigo na capital bem sabe que a farofa de ovos do Dom Francisco é um daqueles preparos que marcaram a história gastronômica brasiliense. Simples, farta e deliciosa, a receita foi replicada no BSB Grill pelo sócio Issa Attie. “Essa receita veio do Francisco, a diferença é que na nossa colocamos os pedaços de ovo maiores”, explica.
 
Issa revela que a farofa (R$ 12, para uma pessoa; R$ 18, para duas) para duas pessoas conta com seis ovos. “Os pedaços maiores e a menor quantidade de farinha faz com que essa receita fique mais úmida”, detalha. Ele ainda afirma orgulhoso: “O BSB Gril é um restaurante que é muito amigo do ovo, é muito difícil alguém comer uma carne e não pedir algo com ovo”.
 
Entre as carnes que a casa trabalha, vale sempre relembrar a picanha (R$ 249) — corte com 1kg acompanhado de arroz com brócolis, farofa de ovos e batata frita —, mas outro destaque, que ganha cada vez mais atenção da clientela, é o bife ancho (a partir R$ 84). “Esse corte tem a gordura marmorizada e é muito saboroso”, descreve.
 
Vale destacar que a casa oferece também o arroz biro-biro (R$ 14, para uma pessoa; R$ 20, para duas pessoas) — feito com linguiça, cebola, ovo mexido, salsinha e batata palha — como acompanhamento.

O prato picadinho Chico do Rio Bistrô & Lounge conta com ovo poché no preparo (Ed Alves/CB/D.A Press)
O prato picadinho Chico do Rio Bistrô & Lounge conta com ovo poché no preparo
 

 

Uma comidinha à moda carioca 

 
O picadinho com ovo poché, clássico da gastronomia carioca, é uma das estrelas no restaurante Rio Bistrô & Lounge. Na casa (que atua na cidade desde 2011, sob o comando de Frederico Bastos), a iguaria recebe o nome de picadinho Chico (R$ 49, em porção individual). O prato é tradicional na gastronomia de Rio de Janeiro e, ao lado de outros itens do cardápio, forma um menu inteiramente dedicado à culinária do estado.
 
“Esse picadinho é um dos carros-chefes da casa”, conta Daniel Marques, gerente do estabelecimento. O prato é preparado com filé cortado em cubos “refogado no molho madeira e finalizado com temperos, como alho e páprica”.
 
A iguaria é servida em uma panelinha e completada com ovo poché e cebolinha. “Ele é preparado na água quente: quando a água está fervendo, a gente adiciona o ovo com cuidado”, explica Daniel.Para finalizar, o picadinho Chico é oferecido ao lado de três acompanhamentos: a clássica farofinha de alho, bananas à milanesa e arroz.
 
O ovo frito é parte importante na composição do PF do Tetê à Tetê (Zuleika de Souza/CB/D.A Press)
O ovo frito é parte importante na composição do PF do Tetê à Tetê
 
 

Prato feito brasileiro 

 
No Tetê à Tetê, a gastronomia brasileira é recorrente e, como o ovo é algo tão presente na gastronomia tupiniquim, seria difícil fugir dele. “O ovo é uma combinação comum nas receitas brasileiras. A gente trabalha com ele em alguns preparos e todos são muito bem-aceitos”, conta Pamela Lucena, sócia.
 
A casa trabalha com três combinações com ovo estrelado. A primeira é o PF (R$ 65) — filé-mignon grelhado com cebola, arroz, tomate, feijão-tropeiro, banana e ovo frito. “Esse é um prato muito solicitado na hora do almoço, até por fazer parte do menu executivo, que inclui a entrada e a sobremesa”, afirma Pamela.
 
Outra alternativa que também reúne muito da gastronomia brasileira é o famoso e querido bife à cavalo (R$ 52). “Nosso bife à cavalo vem com molho madeira e costuma ser muito querido pelas crianças, que se atraem não só pelo ovo, mas também pela batata frita”, descreve. A terceira opção é o picadinho (R$ 50) de filé-mignon guarnecido de arroz, farofa e ovo frito.
 
Pizza à carbonara da Baco Pizzaria ( Arquivo pessoal/Divulgação)
Pizza à carbonara da Baco Pizzaria
 
 

Combinação de sucesso 

 
Entre as pizzarias de Brasília, a Baco é um local especial para o comensal que busca inovação e qualidade. A casa trabalha com sabores inusitados e com clássicos. Entre as aventuras gastronômicas que o chef Gil Guimarães propõe estão as pizzas com ovo. “Temos alguns sabores que entram como sugestões, às vezes, no menu, como a pizza trufada e a caipira, que levam a gema no centro da pizza”, destaca Gil.
 
Para o mês de setembro, o chef coloca no menu como sugestão a pizza carbonara (R$ 68), que apresenta em sua receita o clássico molho carbonara sobre a massa napolitana da redonda. “Primeiro colocamos a massa com a fiori de late e a panceta, quando falta menos de um minuto para a massa assar, tiramos, colocamos as gemas batidas e o pecorino. Volta para o forno e, em seguida finalizamos com a pimenta-do-reino”, descreve Gil.
 
Segundo Gil, as gemas não endurecem e chegam à mesa cremosas. “Uma coisa importante nessa pizza é que a massa, além de boa, seja com a borda mais alta por causa do molho”, completa.

As omeletes estão disponíveis em quatro opções no restaurante Viva Leve (Andressa Virgínia/Divulgação. )
As omeletes estão disponíveis em quatro opções no restaurante Viva Leve
 
 

Aliados da boa alimentação 

 
O restaurante Viva Leve funciona há oito anos sob o comando de Andressa Virgínia. A proposta do estabelecimento é oferecer comida saudável e natural, com um cardápio variado. Entre as estrelas do menu está a omelete. “Os ovos constituem uma excelente fonte de proteína, auxiliando na recuperação muscular e em muitas outras funções do organismo” , conta Andressa.
 
A casa oferece quatro alternativas de omelete para diferentes tipos de dieta. “Os macro e micronutrientes contidos nos ovos auxiliam na saciedade e promovem ganhos à saúde se forem consumidos adequadamente, com base em uma dieta equilibrada”, conta a proprietária.
 
Entre as opções, estão as omeletes paleo (R$ 17,50), com bacon e mussarela; fuga das galinhas (RS 15,50), com peito de peru, tomate, queijo branco e orégano; e fitness (R$ 15), com clara de ovos, orégano, queijo branco, tomate e rúcula. Entretanto, Andressa garante: “a que faz mais sucesso é a rainha da granja (R$ 16,95), com frango em tiras, queijo branco, tomate e orégano”.
 
Além disso, é possível adicionar ingredientes extras ao prato. Entre as opções, estão carboidratos como arroz sete grãos, batata palha e cuscuz marroquino; molhos, como mostarda e barbecue e elementos lowcarb, como cuscuz de quinoa ou chips de batata.
 

O quindim é uma sobremesa típica brasileira que leva apenas ovo, coco e gemas (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
O quindim é uma sobremesa típica brasileira que leva apenas ovo, coco e gemas
 

 

Amarelo como ouro 

 

Para quem gosta dos doces com ovos, a Rota do Charme é a realização de um sonho. No local, são muitos preparos feitos com a gema do ovo, nos mais diferentes formatos, texturas e tamanhos. A chef e proprietária do local, Alice Ane Feijó, explica sobre a origem do interesse pelos doces. “Em Pelotas temos a colonização portuguesa muito forte e, por isso, temos a tradição de usar tanto os ovos nos doces. Minha família já trabalhava com isso lá e vim para cá abrir essa loja”, relembra.
 
Entre os mais famosos, o quindim pode ser pedido no tamanho festa (R$ 5, a unidade, ou R$ 295, o cento); confeiteiro (R$ 9,50), ou ainda o quindão (R$ 68,50, com cerca de 1kg). “Além do quindim tradicional, fazemos ele com algumas alternativas de sabores”, revela Alice, que sugere algumas opções como o de nozes, em  que as oleaginosas substituem o coco; a de olho de sogra, que vem com ameixa seca; ou ainda a receita com Nutella.
 
No balcão, o cliente pode optar por outras alternativas com ovo, como trufa de doces de ovos (R$ 3,50); pastel de Belém (R$ 9,50); o pastel de doce de ovos (R$ 9,50), fondant de doce de ovos (R$ 3,50) e até o papo de anjo(R$ 8,50), receita em que as gemas são batidas, assadas e colocadas em uma calda de açúcar.
 
As omeletes doces estão disponíveis em seis sabores na Omeleteria (Arthur Menescal/CB/D.A Press)
As omeletes doces estão disponíveis em seis sabores na Omeleteria
 
 

Clássico renovado (e doce!) 

 
Há um ano e dois meses, a loja Omeleteria oferece diferentes versões da clássica omelete. A proposta é que o cliente aproveite as mais variadas combinações de sabores. Um dos maiores sucessos da casa são as omeletes doces (R$ 5).
 
Luís Gustavo Viana, gerente do estabelecimento, explica que essas iguarias são assadas. “Não vai óleo no preparo”, garante Viana. Ele conta que o segredo do prato está na fórmula do forno: “tem uma temperatura e um tempo de preparo ideais”, afirma.
 
Entre as opções doces, estão os sabores de rapadura com queijo coalho, doce de leite, goiabada, morango com leite condensado, morango com chocolate e banana com canela.

Além das opções doces, a casa oferece alternativas salgadas (R$ 13,50). Os clientes podem montar a própria omelete que, além de queijo e ovos, pode levar outros cinco ingredientes, como carnes e vegetais .“São oito minutos de preparo para as salgadas e 15 para as doces”, informa o gerente. A casa também serve crepiocas, açaís e saladas.

O suspiro, preparado com clara de ovos, é um dos elementos principais da Torta Martha Rocha (Paula Rafiza/Esp. CB/D.A Press)
O suspiro, preparado com clara de ovos, é um dos elementos principais da Torta Martha Rocha
 
 

Explosão de suspiros 

 
Nas sobremesas, os ovos costumam ser ingredientes de destaque. Esse alimento é um dos componentes da torta Martha Rocha, iguaria servida na Torteria di Lorenza. “A Martha Rocha é uma receita do Sul do país. Quando a loja abriu, há 25 anos, o chef na época foi até Curitiba aprender a receita. Pegamos a ideia e aprimoramos, deixamos com a cara da Torteria”, afirma Raquel Moura, que comanda a casa ao lado do marido, Sérgio Moura.
 
A receita leva pão de ló branco, preparado com ovos, baba de moça, leite condensado e coco. O recheio conta com estrogonofe de nozes, chantilly e suspiros. Para a cobertura, mais suspiros. “A gente usa muito esse doce, que é basicamente açúcar e clara de ovos. No recheio, o suspiro é colocado em discos. Na cobertura, ele vai em pedaços”, ressalta Raquel.
 
Atualmente, a torta é servida em fatias (R$ 9) ou inteira (R$ 80, com 1,5kg). “Ela é uma das queridas da casa. Sempre temos a Martha Rocha em todas as nossas 10 unidades”, conta Raquel.
 

Onde comer


BSB Grill 
(304 Norte, Bl. D, lj 19; 3326-0976) e (413 Sul, Bl. D, lj 36; 3346-0036), aberto de terça a sábado, das 12h às 1h; domingo, das 12h às 17h.

Baco Pizzaria 
(309 Norte Bl. A lj 30/40; 3274-8600) e (408 Sul Bl. C lj 35; 3244-2292), aberto diariamente, das 18h à 0h

Omeleteria 
(209 Norte, Bl. D, lj 31; 3264-0620), aberto de segunda a sábado, das 9h30 às 23h.

Quitinete Gourmet 
(209 Sul, Bl. B, lj 5; 3242-0506), aberto diariamente, das 6h30 à 0h.

Rio Bistrô & Lounge 
(404 Sul, Bl. A, lj 27; 3321-1412), aberto segunda, das 12h às 15h; de terça a quinta, das 12h às 15h e das 19h às 23h; sexta, das 12h às 15h e das 19h à 0h; sábado, das 12h às 17h e das 19h à 0h; e domingo, das 12h às 17h.

Rota do Charme 
(314 Sul, Bl. D, lj 12; 3346-5002), aberto de segunda a sábado, das 10h às 19h; domingo, das 11h às 16h30.
 
Tetê à Tetê 
(SGCVS, Shopping Casa Park, lt. 22, Guará), aberto de segunda a sábado, das 12h às 22h; domingo, das 12h às 20h.

Torteria di Lorenza 
(211 Sul, Bl. C; 3245-6000), aberto todos os dias, das 8h às 22h. Confira as informações das outras nove unidades no endereço http://www.torteriadilorenza.com.br

Viva Leve 
(Área Especial 3/8 - Octogonal; 99293-2002), aberto de segunda a sábado, das 11h30 às 21h.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK