Brasília-DF,
17/DEZ/2018

De volta às origens: restaurantes para conhecer a culinária africana em Brasília

São opções diversas que englobam todas as refeições e gostos

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Correio Braziliense Publicação:30/11/2018 06:02Atualização:29/11/2018 18:09

Um dos queridinhos do African%u2019s Grill Delicious é o Pondu,folhas de mandioca com peixe defumado (Andreia Marlière/Divulgação)
Um dos queridinhos do African%u2019s Grill Delicious é o Pondu,folhas de mandioca com peixe defumado

 

No mês da Consciência Negra, é importante reconhecer as diferentes influências e colaborações da culinária vinda do continente africano. A cozinha negra introduziu, entre outros ingredientes, o azeite de dendê, a banana da terra, o leite de coco e o inhame, além de sabores mais picantes e temperados à cozinha brasileira, tão diversa. O Divirta-se Mais selecionou alguns lugares em que é possível conhecer melhor diferentes sabores e culturas.

 

Simbaz — Culinária Afro e Bar

 

O cardápio do Simbaz —  Culinária Afro e Bar (412 Sul, Bl. D, lj. 15; 3346-7540) é inteiramente composto de pratos dos 54 países do continente africano. A ideia é oferecer a culinária e a cultura das quatro principais regiões da África. A tilápia com banana da terra sai por R$ 46,90. É possível experimentar as delícias do restaurante de segunda a sábado, das 12h à 0h, e aos domingos, das 12h às 17h30.

 

peixe com banana da terra (Bárbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)
peixe com banana da terra
 

 

African’s Grill Delicious

 

Os sabores fortes são uma das principais características da culinária africana. No African’s Grill Delicious (Praça Central, Terceira Avenida, lt. 4B, Núcleo Bandeirante; 3264-5339), é possível se deliciar com um dos queridinhos do cardápio da casa. O Pondu reúne folhas de mandioca a peixe defumado (R$ 34,90). A casa está aberta todos os dias, das 6h às 3h.

 

 (Andreia Marlière/Divulgação)

 

Crioula Café

 

O Crioula Café (QI 31, lj. 25, Guará II) tem o cardápio inspirado na culinária quilombola e conquistou os brasilienses com a decoração acolhedora e temática. Um dos pratos mais tradicionais é a matula de cuscuz (R$ 10), com massa de cuscuz, carne de sol, ovo e queijo. O café está aberto de segunda a sexta, das 13h às 20h, e no sábado, das 9h às 19h.

 

 (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
 


COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK