Brasília-DF,
18/JAN/2019

Comece 2019 experimentando novos sabores

Empreendimentos recém-inaugurados renovam a gastronomia brasiliense

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Mariah Aquino* Rebeca Borges* Publicação:11/01/2019 06:01Atualização:11/01/2019 17:17
A gastronomia brasiliense tornou-se ainda mais diversa nos últimos meses de 2018. Conheça novos empreendimentos com pratos de dar água na boca

O ano de 2019 começou, mas nunca é tarde para conhecer os restaurantes que inauguraram na capital em 2018. Os brasilienses que quiserem aproveitar as novidades podem anotar na lista: a cidade recebeu cafés, hamburguerias e restaurantes de massa.

Entre os destaques, está o italiano ‘A mano, na 411 Sul. A casa oferece massas e pratos autorais, desenvolvidos pelo chef Ronny Peterson. Além disso, os amantes da cozinha italiana podem aproveitar as iguarias do Ravioli & Cia, no Sudoeste. A rotisseria produz massas frescas, recheadas, e oferece molhos, queijos e vinhos. “É uma marca do DF feita para o DF”, ressalta a sócia-proprietária Indianara Weisheimer.

As cafeterias também tomaram conta da cidade. Com inspiração na gastronomia quilombola, o Crioula Café abriu as portas no Guará. A casa serve quitutes com pegada caseira, como bolos, beiju e sanduíches, preparados com ingredientes do cerrado.

Para quem gosta de hambúrguer, há novas opções: a The Famous Burgers & Dog’s chegou a Águas Claras, com um menu divertido e diversificado; e a Oficina Burger & Cia, na Asa Norte.

Agora é anotar os endereços na agenda e se deliciar com algumas das delícias que 2018 nos deixou. Bom apetite!

Um café bem família


As tradições culinárias da família Gentil formam o cardápio do Gentil Café. A loja, inaugurada em novembro de 2018, é comandada pelas irmãs Michele, Patrícia e Cristine. “Trabalhamos com a proposta de ampliar o cardápio tradicional que as cafeterias trazem hoje em dia, que são focadas apenas nos cafés. Temos sanduíches, doces, uma carta de vinhos… Somos bem abrangentes”, explica Cristine.

A casa conta com uma produção artesanal, com direito a pães de fermentação natural e geleias feitas no estabelecimento. Cristine destaca os bolos. “Um dos que fazem mais sucesso é o bolo Amanda (R$ 14, porção individual). É uma espécie de torta de chocolate recheada com doce de leite, e crocante de castanha caramelizada por cima ”, conta.

Além disso, outro sucesso da cafeteria são os sanduíches, cujos preços variam entre R$ 28 e R$ 32, feitos com pães de fermentação natural. “Na parte salgada, a gente também faz muito sucesso com as brusquetas, em sabores como abobrinha e presunto com geleia de limão siciliano”, ressalta Cristine. A porção custa R$ 13, com quatro unidades.

O bolo Amanda é um dos sucessos do Gentil Café (Luis Tajes/Divulgacao)
O bolo Amanda é um dos sucessos do Gentil Café

Raízes quilombolas


Inspirada nas tradições da comunidade quilombola Calunga, onde nasceu, Helena Rosa criou o Crioula Café. A loja, no Guará, funciona desde o segundo semestre de 2018, e conta com um menu repleto de quitutes. “A ideia era fazer um local inspirado na cultura quilombola, desde a decoração até os pratos”, conta.

No cardápio, algumas iguarias têm destaque. São os casos do beiju de carne de sol (R$ 10) e de um diferenciado misto quente (R$ 12). “O misto é feito com carne de sol. É uma criação nossa. Também leva queijo da Canastra”, ressalta Helena. Ela afirma que, nos pratos, costuma usar especiarias tradicionais da culinária quilombola. “Procuro colocar temperos como pimenta-de-macaco e jaborandi, de forma moderada, para não ficar muito restritivo”, conta.

Outro destaque são os doces, como os bolos de laranja (R$ 6, a fatia), e de chocolate (R$ 12, a fatia). “Ele é feito com castanha de baru, que harmoniza muito bem com o sabor do chocolate”, explica Helena.
 
O bolo de chocolate com castanha de baru é um dos destaques no Crioula Café (Ana Carolina Cordeiro/Divulgação
)
O bolo de chocolate com castanha de baru é um dos destaques no Crioula Café
 
 

Clássico reinventado

 
Uma coxinha alegra qualquer confraternização. Os sócios da Oh! Coxinha, aberto em outubro, decidiram inovar. “É um salgado idolatrado em todo país, mas tínhamos uma proposta inovadora. Foi aí que surgiu a ideia de contratar um chef renomado para assinar as receitas”, explica Márcio Gomes, um dos sócios. A escolhida foi Dayse Paparoto, vencedora da primeira edição do programa de TV MasterChef Profissionais no Brasil, que já havia tido uma receita premiada como melhor coxinha de São Paulo.
 
“Ela transformou famosas receitas dela em coxinha”, diz Márcio. Entre os sabores que têm sido mais pedidos, estão o de feijoada, frango com catupiry e costelinha. São 12 opções salgadas com carne, vegetarianas e doces. As coxinhas são vendidas em combos, a R$ 19,90 (15 unidades),R$ 35,90 (30) e R$ 69,90 (60). O combo festa (R$ 139,90) tem 120 coxinhas e dois refrigerantes de 1,5l.
 
As entregas são feitas, atualmente, apenas em Águas Claras. Os pedidos podem ser feitos pelo aplicativo da loja, pelo site , pelo iFood ou retirados no balcão da loja. A partir de fevereiro, o empreendimento deve ser expandido e ganhar novas sedes, ainda sem endereço definido. 
 
Apesar de inusitado, o salgado de feijoada da Oh! Coxinha tem feito sucesso (Nathália Millen/Divulgação
)
Apesar de inusitado, o salgado de feijoada da Oh! Coxinha tem feito sucesso
 

Comida de avó


O bufê do 405 Restaurante e Bar é voltado para a cozinha mais tradicional e caseira. “Não usamos temperos químicos e prezamos por pratos mais simples”, diz a sócia-proprietária Flávia Cecílio, que trabalhou com consultoria de alimentação por muito tempo antes de abrir o restaurante. “O cardápio é bem voltado para a história da família, tempero com história envolvida”, completa.

Flávia conta que, apesar de ser um dos pratos mais descomplicados, a Panelinha da Celina (R$ 59,90) chama a atenção por ser bem executada e saborosa. Ela vem com arroz, carne moída com quiabo e angu de milho verde. A porção pode servir até três pessoas. As panelinhas fazem parte dos novos pratos da casa, lançados recentemente.

Além da gastronomia afetiva, outro traço forte do cardápio do 405 é a presença de pratos típicos de diferentes regiões do país. “É um mix bem brasileiro”, define Flávia. “Temos opções típicas do Centro-Oeste, de comida nordestina, da comida mineira também”, afirma.

Os pratos do 4.0.5 ressaltam a importância da gastronomia afetiva (Bruno dos Santos Silva/Divulgacao
)
Os pratos do 4.0.5 ressaltam a importância da gastronomia afetiva

Menu estrelado


Um cardápio repleto de celebridades é a marca registrada da The Famous Burgers & Dog’s. A loja, em Águas Claras, abriu em setembro de 2018. “Todos os nossos pratos têm nomes de personalidades”, conta Hugo Lamounier, proprietário do estabelecimento.

“Trabalhamos só com carne de black angus, cheddar inglês, muçarela legítima e um tipo de alface mais crocante, que não molha o hambúrguer”, explica Hugo. Ele também ressalta que todos os pães são produzidos artesanalmente na loja. Entre os destaques, estão as massas de pão coloridas: preta (feita com bacon), verde (preparada com alho-poró), laranja (elaborada com pimenta-biquinho) e roxa (com cebola roxa).

Um dos maiores sucessos do menu é o Barack Obama (R$ 30), com hambúrguer de costela angus (180g), cheddar inglês, bacon, cebola caramelizada e flambada no uísque Jack Daniel’s e pão de cebola roxa.

Os pães coloridos dão charme e gosto aos hambúrgueres do The Famous (João Rappi/Divulgação
)
Os pães coloridos dão charme e gosto aos hambúrgueres do The Famous

Tem pra todo mundo!


Mais uma hamburgueria chegou ao solo brasiliense em 2018. Desde setembro, a Oficina Burger & Cia funciona na Asa Norte, com a proposta de ser um ambiente familiar e que atenda a todos os gostos. “Queríamos atingir não só o público jovem, mas também as famílias”, explica Paulo Tavares, sócio-proprietário da casa.

Ele conta que toda a produção do estabelecimento é artesanal. “Tudo é desenvolvido por nós: os hambúrgueres, os molhos, os sanduíches”. Entre os destaques da casa, está o crunchy burger (R$ 34), com hambúrguer de 170g, cebola crispy, cogumelos marinados e salteados, maionese de alho e parmesão e queijo cheddar. Além disso, o pão utilizado na casa é especial: “É o pão viennois, uma receita francesa, feita artesanalmente”, garante Paulo.

O menu também conta com petiscos, cervejas artesanais e chopes, batatas fritas e milk shakes de sabores diferenciados, como o de bolo de rolo, o de torta de limão com farofa de biscoito, e o de palha italiana. Todos os shakes custam R$ 21.

O cardápio da Oficina Burger & Cia conta com hambúrgueres e milk shakes
 (Mateus Alencar/Divulgação
)
O cardápio da Oficina Burger & Cia conta com hambúrgueres e milk shakes

Para saborear em casa


Os amantes de massa ganharam um novo cantinho para chamar de seu. Em outubro de 2018, a loja Ravioli & Cia inaugurou uma unidade no Sudoeste, com o objetivo de levar o conceito de mesa posta ao público brasiliense. “Temos tudo o que o cliente precisa para fazer uma refeição completa”, explica uma das proprietárias, Indianara Weisheimer. A casa conta com seis opções de entrada, azeites trufados, pratos principais, massas com 22 recheios diferentes, 18 tipos de molho e bebidas.

“A nossa massa é fresca, totalmente artesanal. Utilizamos farinha italiana e não trabalhamos com nada congelado, preservando os nutrientes”, ressalta Indianara. As massas são servidas em embalagens de 500g. “Elas são finalizadas e servidas em casa: basta permanecer por 2 minutos em água fervente”, explica.

Um dos destaques da casa é a massa de menta, recheada com pernil de cordeiro uruguaio, ao vinho Chardonnay  (R$ 45 — 500g). Para acompanhar, a sugestão de Indianara é o molho bechamel (R$ 21,90 — 330g). “Ele pode ser aquecido numa panela ou até mesmo no microondas”, conta a sócia da loja. Outra sugestão da casa é a massa recheada com búfala com manjericão (R$ 37 — 500g), com molho cubettato de tomate e manjericão (R$ 21,90 — 330g).

A massa de menta recheada com pernil é um dos destaques na Ravioli & Cia (GuiTeixeira/Divulgacao
)
A massa de menta recheada com pernil é um dos destaques na Ravioli & Cia

Sofisticação italiana


Os clássicos da culinária italiana são muito bem apreciados no Brasil e os preferidos de muita gente. O ‘A Mano, inaugurado no início de novembro, explora muito bem a possibilidade de sofisticação e o artesanal, presente em cada prato oferecido na casa.

Executado com perfeição, o espaguete à carbonara (R$ 65) do estabelecimento faz sucesso com a inclusão de um ovo perfeito acima da massa para finalizar. “Trabalhamos com os clássicos italianos com a influência autoral do nosso chef Ronny Peterson”, explica o sócio André Sampaio. Segundo ele, outro queridinho é o ravioli de queijo brie (R$ 68). A massa fresca com toque de espinafre é incrementada com mel trufado, manteiga e trufas negras.

A prioridade na casa são as massas frescas. Já no nome, o restaurante expressa que ali tudo é feito à mão, inclusive a fachada externa com o nome do lugar. “O conceito do ‘A Mano tem a ver com ser uma massaria exposta, trabalhamos com essa ideia”, diz André.

O toque do chef Ronny Peterson diferencia os clássicos do %u2018A Mano ('A Mano/Divulgação)
O toque do chef Ronny Peterson diferencia os clássicos do %u2018A Mano

Cantinho paulistano


Para os fãs do estilo boêmio do Vila Madalena, em São Paulo, Brasília ganhou, há pouco mais de um mês, um espaço confortável inspirado no endereço paulistano. “A pizzaria Vila Madalena traz a intenção do bairro com vários restaurantes, arquitetura semelhante, familiar e caseira, voltada para esse estilo de vila mesmo”, explica o sócio Luiz Alves.

A casa oferece sabores de pizzas bem elaborados. Os nomes são homenagens a bairros da capital paulista. Uma das mais amadas pelo público, segundo Luiz, é a Guarujá Gourmet (R$ 72, pequena; R$ 78, média e R$ 84, grande). A combinação de camarão, alho-poró e cream cheese tem agradado ao paladar de quem visita a Vila Madá brasiliense.

Luiz garante que o estabelecimento se preocupa com quem tem alguma restrição. “Na massa da Guarujá Gourmet, por exemplo, não vai leite ou ovo”, explica. “Normalmente são coisas que as pessoas querem saber e ficam preocupadas. A gente tem opções bem diferentes aqui”. As massas da casa são todas de longa fermentação e o cardápio reúne mais de 30 sabores especiais.
 
Sabores que fogem do tradicional são a marca da pizzaria Vila Madalena (Vila Madalena pizzaria/Divulgação
)
Sabores que fogem do tradicional são a marca da pizzaria Vila Madalena

*Estagiárias sob supervisão de Vinicius Nader 

ONDE COMER


405 Restaurante e Bar
(405 Sul, Bl. D, lj. 12; 99144-4989), aberto de domingo a quarta, das 12h às 15h e de quinta a sábado, das 12h às 23h.

‘A Mano
(411 Sul, Bl. D; 3245-8235), aberto de segunda a quinta, das 12h às 15h e das 19h às 0h.

Oh Coxinha
(Chácara 134, lt. 3, lj. 1 e 2, Colônia Agrícola Samambaia, Taguatinga; 3972-7060), os pedidos podem ser feitos de terça a domingo, das 15h30 às 22h30.

Crioula Café
(QI 31, lj 25, Edifício Flórida Center, Guará 2; 99164-3920), aberto de segunda a sexta, das 13h às 20h, e sábado, das 9h às 19h.

Gentil Café, Pausa & Prosa
(410 Sul, Bl. B, lj 36; 3546-8651), aberto de segunda a sexta, das 12h às 21h, e sábado, das 11h às 21h.

Oficina Burger & Cia
(214 Norte; 99981-9263 ), aberto de terça a sábado, das 17h às 23h, e domingo, das 12h às 22h.

Ravioli & Cia
(CLSW 302, Bl. B, lj 24, Sudoeste; 3344-0708), aberto de segunda a sexta, das 10h às 21h, sábado, das 9h às 20h, e domingo, das 9h às 15h.

The Famous Burgers & Dog’s
(Rua 30 Norte, lt. 2, lj 5, Águas Claras; 99921-6060), aberto de segunda a quinta, das 18h às 23h, e de sexta a domingo, das 18h à 0h.

Vila Madalena Pizzaria
(413 Norte, Bl. C; 3053-0033), aberto de domingo a quinta, das 18h às 0h e sexta e sábado, das 18h às 0h30.

Tags: gastronomia

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK