Brasília-DF,
30/OUT/2020

Restaurantes preparam ceias e cardápios especialmente para o Natal

Estabelecimentos da capital aproveitam a data para inovar pratos e dar uma mãozinha para quem não quer passar o tempo na cozinha em função da ceia de Natal

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
João Paulo Zanatto* Melissa Duarte* Publicação:20/12/2019 06:01Atualização:19/12/2019 17:33
Cada vez mais próximo, o Natal é uma das datas mais aguardadas pelas pessoas e pelo comércio. Os shoppings e centros comerciais ficam lotados, com todos em busca dos presentes perfeitos, seja para prestigiar alguém da família, seja algum sortudo no amigo oculto. É durante esta época que família e amigos se reúnem para a famosa ceia de Natal, na noite anterior, e para a troca de presentes. As casas gastronômicas da capital federal vão no embalo da celebração e criam cardápios especiais para atender a todos os tipos de gostos alimentares.

O restaurante Don Romano, por exemplo, oferece os tradicionais pratos natalinos, como o peru, mas também busca dar um toque italiano na celebração, com pratos característicos desta culinária. “A proposta é levar o sentimento italiano na hora de reunir a família”, afirma Wesley Moreira, um dos sócios do estabelecimento.

Na confeitaria Quitutices, a proposta é um Natal saudável e que inclua pessoas com restrições alimentares na hora da ceia. “Nós preparamos nosso cardápio para que estas pessoas, com restrições, possam aproveitar o sabor e a aparência das comidas tradicionais, como tortas e rabanada, mas com receitas sem glúten e sem lactose para incluí-los na ceia”, detalha a chef Inaiá Sant’Ana.

Com a possibilidade de encomendas até a véspera da data festiva, o Serra Gaúcha Parrilla & Galetos desenvolveu o tradicional galeto em formato natalino, substituindo os clássicos acompanhamentos por outros com a “cara do Natal”, como um arroz com amêndoas, salpicão e rabanada. Segundo o chef e proprietário Dionísio Maffini, dar essa opção de encomendar o galeto natalino na véspera ajuda a quem não tem tempo de ficar na cozinha para preparar a ceia.

*Estagiários sob a supervisão de Igor Silveira
 
 

Um brinde!


Em meio a tintos, secos e rosés, os clientes podem ficar indecisos quanto à bebida deste Natal. Seja para a ceia, seja para presentear, o Restaurante Bartolomeu pode facilitar essa escolha. É o caso das cestas (de R$ 358 a R$ 2500) e dos kits (a partir de R$ 150). “Os kits só vêm com vinhos. Dependendo da cesta, tem panetone, chocolate belga, caramelo, vodca e uísque, por exemplo”, detalha o chef Almir Campos.

Para levar para casa, todos os vinhos ainda ganham 20% de desconto em relação ao preço na casa. Mas se engana quem pensa que o estabelecimento fica só na bebida: é possível encomendar pratos para a ceia. O tradicional leitão à pururuca (R$ 490 para viagem de 6 a 7kg) é o carro-chefe. Para harmonizar, o espumante espanhol Codorniu Brut (R$ 98, no restaurante; e R$ 54,90, para viagem) cai bem.

Outra opção queridinha da clientela é o pernil à pururuca (R$ 126, 1,3kg), levado aos pedaços para o forno à lenha. Entre as opções de bebida, o tinto chileno Grey Carménère (R$ 118, no restaurante; R$ 94,40, para viagem) é a indicação do sommelier Cintra Neto. “Nós trabalhamos com o Velho e o Novo Mundo. Temos a maior adega em restaurante do Centro- Oeste”, destaca.

Para celebrar o Natal, nada melhor do que um bom vinho (Fernando Pires/Agência extrema)
Para celebrar o Natal, nada melhor do que um bom vinho
 
 

Ceia gourmet


Quem não quer se aventurar na cozinha neste ano, mas ainda não encomendou a ceia, não precisa se desesperar. Há oito anos, a Quitinete Gourmet oferece diversas opções para não deixar ninguém de fora da celebração. “No nosso cardápio, os clientes conseguem encomendar a ceia inteira”, aponta a proprietária Patricia Kellen Assunção. Opções como peru, bacalhau, chester, farofa e salpicão não podem faltar.

O bacalhau tradicional (R$ 490, unidade de 2kg) leva o peixe português dessalgado, feito com azeite extravirgem, batata, mix de pimentões, azeitona e tomate confitado. “Quem vai a Portugal consegue sentir o mesmo sabor”, garante a empresária. O prato vem em baixela de porcelana. Recheado com farofa de maçã verde e decorado com frutas, o peru assado (R$ 79, o quilo) é uma excelente pedida.

As encomendas podem ser feitas até domingo. “Todo o nosso cardápio é elaborado com remessa extra”, revela a dona, para conseguir atender a pedidos de última hora. Entre as bebidas, a casa oferece vinhos, champanhes e espumantes. “Até o azeite para servir na mesa, a gente tem. Dá para escolher entre português, espanhol, italiano...”, finaliza.

O peru, recheado com farofa de maçã verde, é uma ótima pedida (Filipe Vargas/Divulgação)
O peru, recheado com farofa de maçã verde, é uma ótima pedida
 
 

Galeto na mesa!


No Natal, quem se destaca são as aves, como o peru e o chester. No restaurante Serra Gaúcha, o destaque é o galeto. E, desta vez, o chef e proprietário Dionísio Maffini prepara um galeto natalino para celebrar a tradicional data.

“O galeto combina com o Natal. Hoje, o Distrito Federal é uma das capitais que mais consomem galeto no país”, aponta o chef. Exclusivo para encomendas, que podem ser pedidas até as 18h de 24 de dezembro, o galeto natalino (R$ 149, serve até cinco pessoas) é acompanhado de arroz com amêndoas, farofa de ovos, salpicão e, de sobremesa, uma rabanada com recheio de Nutella. “Com essa correria que todo mundo vive todos os dias, nós criamos esse galeto natalino para atender às pessoas que não têm tempo de preparar a ceia, para, quando eles chegarem em casa, já estar tudo pronto”, ressalta.

Para harmonizar com o galeto, a casa também oferece vinhos, como os vinhos tintos Marques de Casa Concha (R$ 135) e o Casa Valduga Origem (R$ 103). Quem não estiver no clima de galeto ou não gostar, a casa tem outras opções, como, por exemplo, o filé à parmegiana (R$ 84,90, para duas pessoas).

Salpicão, arroz com amêndoas e rabanada de Nutella acompanham o galeto natalino (Vinicius Cardoso/Esp. CB/D.A Press)
Salpicão, arroz com amêndoas e rabanada de Nutella acompanham o galeto natalino
 

Cantinho da Nonna


A Itália é um país que preza pelas tradições familiares, e o Natal traz, justamente, um sentimento familiar. É tempo de reunir a família e celebrar com uma boa ceia. Pensando nos clientes que não têm tempo de ficar na cozinha, o Don Romano prepara a ceia natalina com quitutes italianos e também os tradicionais de Natal.

“Eu fui entender que o cliente tem uma certa dor, que é o tempo. As pessoas trabalham mais e têm menos tempo para ficar com a família. Então, a gente prepara a ceia, afinal, às vezes, o pessoal quer algo mais prático, de melhor qualidade e também não tem aquele medo de errar”, aponta Wesley Moreira, um dos sócios do restaurante.

Para a ceia natalina, o restaurante recebe pedidos de encomendas até 23 de dezembro com retirada na véspera de Natal, até as 17h. Com um preço fixo de R$ 61, o quilo, são diversas as opções de carne e acompanhamentos, como os tradicionais pernil, peru e cupim. Do cantinho italiano, há o tortellone verde com molho rosé, que é uma massa recheada com ricota, nozes e uva passa, e montada com molho rosé preparado no restaurante, e também o cappelletti da mamma, uma massa recheada com frango, montada sobre requeijão cremoso com frango desfiado e molho de tomate. Há também: farofa de frutas secas; farofa com bacon, damasco, ameixa, uva passa e nozes; salpicão; e frango desfiado com milho verde, ervilha, salsão, maçã verde, uva passa, maionese e batata palha.

O tortellone verde com molho rosé dá um ar de Itália à ceia de Natal (Don Romano/Divulgação)
O tortellone verde com molho rosé dá um ar de Itália à ceia de Natal
 

No menu: salmão!


Nesta época, as casas gastronômicas atraem os clientes com inovações e cardápios visando o Natal. No Parrilla Beer, o chef Thiago Chaves também entra na onda e cria um prato especial para celebrar a data.

O chef desenvolveu um salmão com geleia de frutas secas (R$ 34), para quem adora frutos do mar e busca algo mais agridoce. “Como a gente é uma parrilla, as pessoas já vão com a intenção de comer carne. A gente, então, coloca algumas outras opções diferentes para não ficarmos engessados somente na carne e atrair todos os tipos de público”, afirma Thiago.

Thiago conta que estes feriados e estas celebrações são boas para os negócios e que desenvolver novos pratos é um dos fatores para despertar o interesse da clientela. “Com estas datas especiais, em que as pessoas procuram se reunir mais com a família, a gente vai criando pratos para atrair os clientes. E surte bastante efeito em nossas vendas”, finaliza.

Para os amantes de frutos do mar, Thiago Chaves desenvolveu um salmão com geleia de frutas secas especialmente para o mês natalino (Michelle Queiroz/Divulgação)
Para os amantes de frutos do mar, Thiago Chaves desenvolveu um salmão com geleia de frutas secas especialmente para o mês natalino
 
 

Delícia de docinho


Se a celebração natalina vem para adoçar a vida neste fim de ano, as sobremesas não podem faltar. Pensando nisso, a L’Amour du Pain oferece três bolos troncos de Natal (R$ 98, o quilo) por encomenda. “São leves, com decoração natalina, feitas com produtos de alta qualidade e sem aditivos químicos”, descreve o proprietário Serge Segura.

De todos, o carro-chefe é o Três Chocolates: biscuit de avelã com mousse de chocolate belga amargo, ao leite e branco. Outra opção é o La Noisette, com chocolate amargo e avelã. Para a gerente Patricia Silva, é essa noz que dá o diferencial: “vem o crocante da avelã por cima e, por dentro, o mousse”, descreve. Por fim, o L’Amour de Fruit, no qual o biscuit de amêndoas ganha mousse de morango com panacota.

A tradicional rabanada (R$ 8, a unidade) não poderia ficar de fora, mas com toques especiais: a massa é de brioche e ganha creme de baunilha. “Nunca gostei da rabanada com casca. Com o brioche, não tem esse problema”, conta o dono. Com isso, apesar de mais calórica, a iguaria fica mais saborosa e molinha também.

Os troncos de Natal vêm para comer com os olhos e, depois, com a boca (Agência Kabe/Divulgação)
Os troncos de Natal vêm para comer com os olhos e, depois, com a boca
 
 
Atraindo os olhares, as Charlottes estão disponíveis em diversos sabores como o de frutas vermelhas (Quitutices/Divulgação)
Atraindo os olhares, as Charlottes estão disponíveis em diversos sabores como o de frutas vermelhas
 

Natal saudável


Chegando os feriados de fim de ano, o excesso, às vezes, toma conta e pode ser prejudicial. Com uma proposta voltada à gastronomia saudável, com receitas sem glúten e sem lactose, a Quitutices é uma boa pedida para uma ceia natalina benéfica.

Sob o comando da chef Inaiá Sant’Ana, o estabelecimento tem um recheado cardápio natalino para encomendar até hoje. Entre as opções, estão panetones e chocotones (R$ 49,90, 250g, sem recheio; R$ 58,90, 250g, com recheio); rabanadas assadas (R$ 70, 15 unidades); torta brownie (R$ 95, médio; 

R$ 140, grande); e as Charlottes (R$ 180, pequeno, serve de 10 a 12 pessoas; R$ 290, médio, serve de 15 a 20 pessoas), de diversos sabores, como de frutas vermelhas e mousse de chocolate.

“Nosso foco são as pessoas com restrições alimentares e aqueles que optam por uma comida mais saudável. Nós trabalhamos com a inclusão por meio da gastronomia. Queremos que as pessoas se unam com a família e amigos pela gastronomia, sem aquele medo de comer por conta de alguma alergia etc.”, salienta a chef Inaiá.
 

Onde comer


  • Don Romano (SHIS, QI 11, Lago Sul), aberto de segunda a sexta, das 11h às 23h; sábado, das 12h à 0h; e domingo, das 12h às 23h30.
  • L’Amour du Pain (115 Sul, Bl. B, lj. 10; 3525-5909), aberto diariamente das 7h às 22h. 
  • Parrilla Beer (Praça 1, ljs. 6,7 e 8, Cine Itapuan, Gama; 3385-5249), aberto de terça a sábado, das 12h às 00h; domingo, das 12h às 23h.
  • Quitinete Gourmet (209 Sul, Bl. B, lj. 5; 3242-0506), aberto diariamente, das 6h30 à 0h. (Av. das Araucárias, lt. 1325, lj. 1, Águas Claras; 3435-8006), aberto diariamente, das 6h às 21h30.
  • Quitutices (315 Sul, Bl. A, lj. 33 ; 3543-5057), aberto segunda, das 13h às 19h; e de terça a sábado, das 10h às 20h.
  • Restaurante Bartolomeu (409 Sul, Bl. C, lj. 6; 3442-1169), aberto de segunda a sábado, das 12h às 23h; e domingo, das 12h às 16h.
  • Serra Gaúcha Parrilla & Galetos (QS 3, lt. 19, lj. 1, Pistão Sul, Taguatinga; 3352-5353), aberto segunda e terça, das 11h30 às 15h; de quarta a sexta, das 11h30 às 15h e das 19h às 23h; sábado, das 11h30 às 16h e das 19h às 23h; e domingo, das 11h30 às 16h. 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK