Brasília-DF,
18/AGO/2017

Longa francês Lulu, revela autodescoberta em períodos de crise

Mulher em crise profissional e existencial faz viagem para se renovar e descobre novos amores e valores

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:09/10/2015 06:06Atualização:08/10/2015 17:53

Lulu descobre novos amores em período sabático, sem a família (Bonfim Filmes/Divulgação)
Lulu descobre novos amores em período sabático, sem a família

Atração do Festival Varilux do ano passado, o francês Lulu, nua e crua volta às telonas brasileiras, agora em circuito nacional. No longa de Solveig Anspach — diretora mais afeita a documentários —, Karin Viard é a Lulu do título, mulher que se vê diante de uma crise interior e tenta se redescobrir numa jornada interior.


Lulu está desempregada e aposta as fichas em uma entrevista de emprego promissora. Mas ela não é contratada e, em vez de encarar, o marido e os filhos, decide que precisa de um momento só dela. A mulher some no mundo, faz novos amigos e revela a si mesma novos valores.

 

Clique aqui e confira as sessões

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES