Brasília-DF,
11/DEZ/2017

Conjunto Nacional reúne casas especializadas em clássicos da culinária e comidas árabes

A montagem do prato começa com a escolha de um filé de boi, frango ou porco ou um tipo de peixe, com valores entre R$ 12 e R$ 30

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Mariana Vieira - Especial para o Correio Rebeca Oliveira Vinicius Nader Publicação:17/01/2014 06:04Atualização:16/01/2014 13:28

No Commo, a fast-food convive com o serviço à la carte (Antonio Cunha/Esp. CB/D.A Press)
No Commo, a fast-food convive com o serviço à la carte

A proximidade da Rodoviária, da Esplanada dos Ministérios e de diversos órgãos oficiais e hotéis faz do Conjunto Nacional um dos centros comerciais com público mais eclético de Brasília. O empresário Fernando Cabral e o chef Eduardo Nogueira logo se encantaram com a possibilidade de apresentar uma proposta gastronômica, com espaço próprio, rapidez no atendimento e receitas elaboradas. Nasceu assim o Commo Gastronomia, que tem seu nome inspirado no termo commodities.

No entanto, em vez de matérias-primas tipo exportação, o menu da casa se apropria de clássicos da gastronomia. A montagem do prato começa com a escolha de um filé de boi, frango ou porco ou um tipo de peixe, com valores entre R$ 12 e R$ 30. À carne, adiciona-se a guarnição como o arroz maluquinho, preparado com ovo, bacon e salsinha (R$ 5).

Outra alternativa do cardápio são os clássicos, caso do picadinho de filé-mignon (R$ 27). Eduardo Nogueira se mantém fiel às tradições e o serve ao molho madeira, com farofa, arroz e banana-da-terra.


Bufê de delícias árabes

Kibe House é parada obrigatória da cozinha síria (Antonio Cunha/Esp. CB/D.A Press)
Kibe House é parada obrigatória da cozinha síria

Dirceu josé pretto, proprietário do Kibe House, não tem descendência árabe. Ainda assim, resolveu manter os pratos característicos da região ao assumir a gestão do restaurante. Todo dia, ele faz tudo sempre igual: cuida de cada detalhe, da apresentação dos pratos ao pagamento da refeição. Cumprimenta um a um os clientes da casa — muitos dos quais conhece pelo nome. “Tenho fregueses que almoçam aqui todo dia. Grande parte dos nossos funcionários trabalham conosco há 20 anos. Isso ajuda a manter o clima familiar do restaurante”, conta Pretto.

O Kibe House funciona no sistema self-service (R$ 46,90 o quilo). Diariamente, são dispostas 30 opções de saladas, carnes, acompanhamentos e um espaço dedicado à culinária árabe fria e quente. 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK