Brasília-DF,
23/SET/2021

Casa prepara comida típica espanhola com um tempero caseiro

As tapas podem ser servidas em bocadito (para uma pessoa) a R$ 3,50 ou em raciones, porção para dividir

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Mariana Vieira Rebeca Oliveira Publicação:28/03/2014 06:02Atualização:27/03/2014 11:02
Fabada asturiana: feijoada à espanhola para comer de colher
 (Bruno Peres/CB/D.A Press)
Fabada asturiana: feijoada à espanhola para comer de colher

Na tradição espanhola, el guachinche são os restaurantes abertos como uma extensão da casa do cozinheiro, semelhantes aos bistrôs franceses. Esse é o nome do quiosque que fica em uma das pontas da Quituart, famoso pela paella marinera (R$ 82, para duas pessoas). “Quero fazer uma comida típica espanhola, com um tempero caseiro e atendimento direto ao cliente”, ressalta Antonio José Martín Alonso, chef que comanda as caçarolas.

Natural das Ilhas Canárias, região autônoma da Espanha, ele prepara as tapas que podem ser servidas em bocadito (para uma pessoa) a R$ 3,50 ou em raciones, porção para dividir. É o caso de três receitas: tortilla espanhola, à base de batatas; huevos e pinches, que mescla ovo cozido, camarão e maionese; e mariscos ao vinagrete. Também não falta a tradicional porção de jamon serrano (R$ 32), fatiado na hora e acompanhado de pão italiano.

O prato mais inusitado é a fabada asturiana (R$ 31), tradicional da região da Astúrias, que leva feijões e carne de porco. “É a feijoada espanhola”, brinca Antonio, ressaltando que esse prato se come de colher. Para beber, a carta de vinhos inclui rótulos espanhóis, portugueses, chilenos e argentinos. Para quem prefere cerveja, a Estrella Galicia sai por R$ 9.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK