Brasília-DF,
22/JAN/2018

No restaurante 'Roma', o rodízio de filé à parmegiana é o mais pedido da clientela

Sucesso desde 1968, casa vem assumindo uma identidade mais abrasileirada para acompanhar as gerações de fregueses

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Bernardo Bittar - Especial para o Correio Mariana Vieira Rebeca Oliveira Publicação:13/06/2014 06:07Atualização:12/06/2014 15:08
O filé à parmegiana do Roma é tradição na gastronomia de Brasília
 (Cadu Gomes/CB/D.A Press)
O filé à parmegiana do Roma é tradição na gastronomia de Brasília
Espírito de aventura. Essa foi a motivação para o belga Simon Pitel desembarcar na capital, em 1964, e comprar o restaurante Roma do antigo proprietário, o italiano Luigi Brandi. Ele tinha 21 anos e não entendia nada do universo das panelas. "Só conhecia restaurantes pela porta da frente", comenta. Por isso, fez poucas alterações no cardápio. O filé à parmegiana (de frango ou filé-mignon, sempre escoltado por arroz, fritas ou massa, a R$ 86,90) continua sendo o prato mais procurado pelos fiéis clientes. Devido ao sucesso, de segunda a sexta a iguaria é servida em sistema de rodízio, a R$ 44,90 por pessoa.

Em sua maioria, a clientela do Roma, o primeiro localizado às margens da W3 Sul, vai a casa acompanhada pela família. "Já estou na quarta geração de fregueses", orgulha-se Simon. Aos poucos, o menu assumiu uma identidade mais abrasileirada. Pratos como o filé com talharim artesanal dividem o cardápio com picanha. As carnes têm preço entre R$ 85 e R$ 90 e servem duas pessoas.

"A essência do restaurante é a mesma. O segredo é a minha equipe fiel, com mais de 30 anos de casa. Otávio Nunes da Silva, que trabalha comigo desde 1968, é um exemplo. Somos um time", completa Simon.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK