Brasília-DF,
26/SET/2021

O frescor dos ingredientes é o principal elemento dos pratos do Kojima

O restaurante recebe de três a quatro vezes na semana, peixes frescos dos fornecedores de Pernambuco e de São Paulo

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Sara Campos - Especial para o Correio Publicação:26/09/2014 06:05Atualização:29/09/2014 13:16
Constante abastecimento de peixes garante frescor no Kojima
 (Breno Fortes/CB/D.A Press)
Constante abastecimento de peixes garante frescor no Kojima
A cozinha japonesa tem como um de seus principais desafios evidenciar o frescor dos ingredientes em todas as etapas. Em busca desse elemento, o chef Alexandre Faeirstein, do Kojima, recebe no restaurante de três a quatro vezes na semana, peixes frescos dos fornecedores de Pernambuco e de São Paulo. "O salmão é importado do Chile e todos os outros, como o atum e o robalo, vêm de Recife", revela.

Além do combinado de sashimis (R$ 54) - composto por 21 peças entre atum, robalo, salmão, polvo e ovas de massagô-, o prato que integra as opções do cardápio é o sunomono (R$ 25,90), salada fria que integra cubos de peixe em cama de pepino agridoce, muito comum entre os japoneses.

"Qualquer produto que é cozido perde a qualidade e a essência da matéria-prima", destaca Alexandre, que aposta que o público de Brasília tem paladar para a cultura do consumo de pratos in natura. "O acesso aos pratos crus se tornou bem democrático, o que aquece o mercado e garante mais saúde a quem os consome", avalia Faeirstein.

Kojima
(406 Sul, Bloco C, loja 13; telefone 3443-0118), aberto de segunda a quarta, das 12h às 14h45, e das 19h às 23h30. Quinta e sexta, das 12h às 14h45, e das 19h às até 0h45. Sábado, das 19h às 0h30; e domingo, das 19h às 22h40.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK