Brasília-DF,
18/SET/2021

Para quem não dispensa o doce, a Croissanterie inova nos quitutes franceses

Há também as opções salgadas. Todas recebem sempre o nome de algum destino marcante

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Sara Campos - Especial para o Correio Mariana Vieira Rebeca Oliveira Publicação:07/11/2014 06:07
Luiz Antonio Bassul serve croissant em forma de sanduíches
 (Gilberto Alves/CB/D.A Press)
Luiz Antonio Bassul serve croissant em forma de sanduíches
Brasília vive uma boa fase no que diz respeito a opções gastronômicas, mas nem sempre foi assim. "Fomos um dos primeiros a fazer croissant na cidade", conta Luiz Antonio Bassul, proprietário da Croissanterie. A casa funciona desde 1991 e inova o tradicional quitute francês, transformando-o em sanduíche.

As opções vão do salgado ao doce e recebem sempre o nome de algum destino marcante. O Punta Del Leste (R$ 19,80) leva peito de peru, tomate e molho rosé e pode ser acompanhado pela minissalada da casa (R$ 12).

Para quem não dispensa o doce, o sanduíche de croissant com creme de avelãs e banana (R$ 17,90) chama Alba e vai bem com o café espresso orgânico (R$ 4). Se o programa é relaxar, beber e petiscar, a porção de 10 minicroissants (R$ 15,50) chega escoltada por manteiga e geleia e é um bom acompanhamento para um espumante brut rosé Luiz Argento (R$ 79,90).

Croissanterie

(215 Norte, Bloco B, loja 21; telefone 3965-7711), aberto de domingo a quinta, das 11h à 0h; e sexta e sábado, das 11h à 1h.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK