Brasília-DF,
20/SET/2021

Restaurante Coco Bambu oferece carta de vinhos com 300 rótulos variados

Entre as opções está o vinho branco, conhecido por suas combinações com carne de aves e peixes

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Mariana Vieira Rebeca Oliveira Sara Campos - Especial para o Correio Publicação:28/11/2014 06:02Atualização:27/11/2014 11:55
Lulas à italiana e vinho branco do mesmo país: combinação oferecida no Coco Bambu (Gilberto Alves/CB/D.A Press)
Lulas à italiana e vinho branco do mesmo país: combinação oferecida no Coco Bambu
O vinho branco é conhecido por suas combinações com carne de aves e peixes. No restaurante Coco Bambu, a carta de vinhos oferece 300 rótulos - entre tintos, brancos e rosés - e boas opções de variedade. Beto Pinheiro, sócio-proprietário, já administrou uma adega e faz a curadoria das unidades da capital federal. "Busco sempre garimpar rótulos que oferecem qualidade e bom custo-benefício para os clientes", explica.

A casa oferece dois tipos de preparo para a lula: à italiana (R$ 29,80), refogada com azeite, pimentões coloridos e um toque de limão-siciliano; e a lula à dorê (R$ 23,50), empanada e servida com limão.

Para obedecer às regras de harmonização por regionalidade, Beto aconselha, para acompanhar o primeiro prato, o Mastroberardino Greco di Tufo 2010 (R$ 155). Uma alternativa nacional seria o Casa Valduga Chardonnay Reserva (R$ 97,86).

Para a lula à dorê, Beto recomenda um sauvignon blanc chileno, Amayna (R$ 148,57), que também pode acompanhar a porção de 12 mexilhões salteados no azeite (R$ 29,90).

Coco Bambu

(Setor de Clubes Esportivos Sul, Trecho 2, conjunto 36, Edifício Ícone Parque; telefone 3224-5585), aberto de domingo à quarta, das 11h30 às 15h30, e das 17h30; quinta, das 1130 às 15h30 e, das 17h30 às 2h; sexta e sábado, das 11h às 2h.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK