Brasília-DF,
12/NOV/2018

Há 25 anos, Feitiço Mineiro traz o incontestável DNA gastronômico de Minas Gerais

Os comensais podem saborear mais de 70 itens entre os quais se sobressaem pernil à pururuca, tutu de feijão e couve refogada em alho e banha de porco

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Renata Rios Publicação:22/05/2015 06:04
Costelinha suína do Feitiço Mineiro: tempero reforçado
 (Gustavo Moreno/CB/D.A Press)
Costelinha suína do Feitiço Mineiro: tempero reforçado
Dentro dos enormes recipientes de barro instalados no bufê do Feitiço Mineiro não estão porções mágicas, e sim receitas com o incontestável DNA gastronômico mineiro. "Trabalho aqui há 25 anos e não posso alterar as receitas. Os clientes voltam à casa com frequência. Se mexo ou mudo algum item, eles logo reclamam", comenta o chef Geraldo Costa.

Ao custo de R$ 38,50 (de segunda a sexta) ou R$ 42,50 (sábado e domingo), os comensais saboream mais de 70 itens entre os quais se sobressaem pernil à pururuca, tutu de feijão e couve refogada em alho e banha de porco. Algumas receitas também podem ser pedidas à la carte, como a costelinha suína ao véio Chico (R$ 64,80 - serve duas pessoas), escoltada por mandioca cozida, tutu de feijão, couve, arroz e farofa.

Antes de ser frita, a costelinha descansa por cinco horas numa combinação de manjericão, alecrim, hortelã, alho, cebola, pimentão verde, cebolinha e salsinha.Para beber, os clientes escolhem entre a cachaça Germana (R$ 12 - a dose), marvada mineira produzida artesanalmente e o drinque que leva o nome da casa e mescla caju, maracujá, goiaba, acerola, groselha, leite condensado, creme de leite e vodca (R$ 16,50).

Feitiço Mineiro

(306 Norte, Bloco B, lojas 45 e 51; telefone 3272-3032), aberto de segunda a sábado, das 12h às 2h; e domingo, das 12h às 17h.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK