Brasília-DF,
23/AGO/2017

Duas maneiras de comemorar a Data Nacional do Peru, celebrada no sábado

Embaixada do Peru realiza segunda edição de festival gastronômico. Já o restaurante El Paso adere a celebração com bufê temático na 404 Sul

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Publicação:28/07/2017 11:22Atualização:28/07/2017 11:40
Ceviche clássico, uma das receitas do bufê especial que será montado no El Paso da 404 Sul  (Telmo Ximenes )
Ceviche clássico, uma das receitas do bufê especial que será montado no El Paso da 404 Sul
 
Efervescente e cultuada mundialmente, a tradicional gastronomia peruana terá a exuberância comemorada no próximo fim de semana. Neste sábado (29/7), a Embaixada do Peru (811 Sul, Lt. 43) será palco da segunda edição do Festival Gastronômico Cultural Dia Nacional do Peru. 
 
Marcado para acontecer das 10h às 18h, o evento terá a presença de cinco representantes da cidade. Um deles é o Taypá, de Marco Espinoza, reconhecido como um dos melhores restaurantes peruanos do país e de Brasília. El Point Peruano, Nikkei Brasília, Caribeño e o chef Walter Peña completam o time de participantes.
 
Espere por receitas típicas do país latino-americano, caso do indefectível ceviche. Ele consiste, basicamente, em peixe marinado em suco de limão, mas permite uma infinidade de combinações, a depender apenas da criatividade de quem o prepara. 
 
Lomo saltado (refogado de carne), ají de gallina (refogado de galinha com pimentão) e anticuchos (espetinhos de churrasco) são outras sugestões. Os quitutes serão vendidos a preços convidativos, entre R$ 10 e R$ 35.  A entrada é gratuita. Basta doar 1kg de alimento não perecível. 

Riqueza gastronômica
 
A cozinha do El Paso da 404 Sul também adere a festa. No sábado (29/7) e no domingo (30/7), a Data Nacional do Peru será lembrada com bufê especial no festival Viva El Perú, somado à multicolorida decoração do espaço, que remete às ruas de Lima.
 
Por R$ 59 por pessoa, o menu disponível das 12h às 16h incluirá ceviche clássico, ají de galinha, anticuchos e arroz de mariscos fresquinho, feito na hora no pátio do estabelecimento (onde é possível avistar uma enorme fonte d'água).  David Lechtig, que comanda o espaço, apresentará ainda a chicha morada, um refresco comum pelas ruas do país onde nasceu. 
 
 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK