Brasília-DF,
17/SET/2019

Bacalhoada é o prato especial de domingo no restaurante Chão de Estrelas

O preparo é feito em uma única panela seguindo a tradicional receita portuguesa

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Renata Rios Publicação:13/11/2015 06:00Atualização:13/11/2015 18:37

A bacalhoada é parte do bufê servido no almoço de domingo no Chão de Estrelas
 (Fabio Setti/Divulgação)
A bacalhoada é parte do bufê servido no almoço de domingo no Chão de Estrelas
 

Em meio à crise, na hora de comer fora, cada centavo economizado faz diferença. Por isso, a sugestão desta semana do Divirta-se Mais é apostar em preparos feitos em uma panela.

A forma mais simples de fazer uma receita conta com diversas vantagens, que são repassadas ao bolso do comensal na hora que chega a conta.
Os preparos de uma só panela não deixam a desejar em qualidade e sabor. Na lista de receitas, estão pratos tradicionais, como a paella, o yakisoba e o arroz de forno, tipicamente brasileiro.

No La Tambouille, a sugestão é a caldeirada de frutos do mar. “Cada ingrediente se complementa e o sabor fica maravilhoso no fim”, aponta Reginaldo Vieira, gerente do restaurante.


O preparo com apenas uma panela gasta menos gás, requer menos mão de obra e, normalmente, leva menos tempo para ser feito. No Le Sorelle, o risoto de três cogumelos é um exemplo que utiliza apenas um recipiente.

“Dessa maneira, o tempo de preparo fica menor, além de reduzir o custo de produção”, explica Mirella Calorio, sócia da casa.
O gerente do Chão de Estrelas, Lúcio Gomes, ressalta outro ponto, no entanto. “O custo do prato é principalmente dos ingredientes. Então, apesar de baixar o preço, não faz diferença na matéria-prima, que é o mais caro dos pratos”, alerta.

Bacalhoada é o prato especial de domingo no restaurante Chão de Estrelas

No novo restaurante da cidade, o Chão de Estrelas, a bacalhoada é um dos sucessos da casa. Servida no bufê de almoço de domingo (R$ 54,90, o kg), o preparo é feito em uma única panela seguindo a tradicional receita portuguesa.

“Dessalgamos o lombo do bacalhau e levamos a peça ao forno acompanhada de cebola, pimentão e tomate. No fim, acrescentamos as azeitonas e o ovo para decorar”, explica Lúcio Gomes, gerente da casa.

Segundo ele, o preparo facilita a logística da cozinha: “É uma receita simples e com poucos ingredientes, não precisa de tanta mão de obra para realizar”.

O gerente ainda explica: “Infelizmente, não dá para reduzir demais o preço pelo custo da matéria-prima, usamos lombo de bacalhau importado, o que encarece o preparo”, afirma.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK