Brasília-DF,
04/JUN/2020

Patricia Pillar engata um trabalho após o outro na tevê e se arrisca em outras funções

Com personagens de destaque no currículo, a atriz experimenta também a profissão de diretora

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Adriana Izel Publicação:27/07/2014 08:05Atualização:25/07/2014 13:35
Em 30 anos de carreira, a atriz fez mais de  20 novelas (	Estevam Avellar/TV Globo)
Em 30 anos de carreira, a atriz fez mais de 20 novelas

Aos 50 anos, Patricia Pillar vive uma das melhores fases da carreira. Nos últimos dois anos, a atriz esteve em produções com uma nova forma de contar histórias na televisão, como Lado a lado, vencedora do Emmy Internacional de Melhor Telenovela; Amores roubados, a maior audiência de minissérie da Rede Globo em 11 anos; e a nova trama das 23h, O rebu, que tem sido bastante elogiada pela velocidade ao estilo dos seriados estrangeiros e pela beleza da fotografia.

“A televisão teve de se transformar porque os tempos são outros. Precisam buscar novidade. Tudo isso deixa o trabalho muito estimulante”, conta Patricia Pillar. Atualmente no ar como a empresária Angela Mahler em O rebu, a brasiliense incorpora uma personagem rica e poderosa, bem diferente da ousada Isabel, de Amores roubados. Ela revela que se inspirou em uma realidade distante da dela para montar o papel. “Não conheço ninguém parecido com esse pessoal de O rebu. Não frequento esses tipos de lugares. Sou da ralé, da feira, da padaria, da farmácia, da banca de jornal...”, diz, bem-humorada.

Com mais de 30 anos de carreira, Patricia deu os primeiros passos na tevê no programa FM TV, da extinta Rede Manchete, em que apresentava videoclipes musicais. Em 1983, participou do longa-metragem Para viver um grande amor, que foi importante para que ela fosse convidada para atuar em Roque Santeiro, no ano seguinte. “Olho para o meu passado com muito carinho e afeto. Em Roque Santeiro, não sabia nada da vida, e isso era uma delícia. Quero dizer, já tinha feito teatro, mas foi minha primeira experiência na televisão, que é outro mundo”, relembra.

Apesar de a trajetória de Patricia ter um foco maior em novelas, a artista tem histórico no cinema (O quatrilho e Zuzu Angel), no teatro e no mundo da música. “É algo muito importante para mim. O Brasil produz sons que são uma das coisas mais lindas que a gente tem. Meu primeiro filme foi um musical. Fiz várias peças de teatro nas quais a gente cantava e que tinham música ao vivo, com o Hamilton Vaz Pereira”, explica a brasiliense, que apresentou o programa Som Brasil e, recentemente, produziu e dirigiu um documentário sobre Waldick Soriano.

Quem é?

Nome: Patricia Gadelha Pillar
Idade: 50 anos
Nascimento: Brasília

Vida pessoal

A atriz foi casada por 12 anos com político Ciro Gomes. O divórcio do casal aconteceu em dezembro de 2011. Na época do casamento, em 2001, Patricia descobriu um câncer de mama e foi bastante apoiada pelo, até então, marido.

Paixão
Patricia chegou a cursar jornalismo. No entanto, ela largou a faculdade para seguir o sonho de ser atriz. Ainda na adolescência, fazia teatro na escola. Matriculou-se em um curso de teatro amador por algum tempo e, depois, integrou o grupo Tablado.

Rainha das novelas
Grande parte da carreira da atriz se desenrolou nas telinhas. Ela participou de mais de 20 novelas: entre elas, A favorita (foto), Passione, Sinhá moça, Cabocla, Um anjo caiu do céu, O rei do gado, Pátria minha, Renascer e Rainha da sucata.
    • 27/07/2014
    • TV - Confira a galeria de fotos com alguns trabalhos de Patrícia Pillar
descrição

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK