Brasília-DF,
22/SET/2017

Série Brooklyn nine-nine alia tema policial e comédia e ganha o carisma do público

A trama mostra o cotidiano de uma repartição policial descontraída que, de repente, recebe um novo chefe, a cobrança passa a mexer com os subordinados

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Juliana Figueiredo Lucas Lavoyer - Especial para o Correio Publicação:27/07/2014 06:02
Nada de tensão: em Brooklyn nine-nine, os policiais levam o público às risadas
 (TBS/Divulgação)
Nada de tensão: em Brooklyn nine-nine, os policiais levam o público às risadas
Nem sempre o universo dos crimes rende apenas programas sérios ou envoltos em mistérios: os famosos tiras podem pender para a comédia. Esse é o tom adotado pela trupe de Brooklyn nine-nine, exibida no Brasil pela TBS.

A série mostra o cotidiano de uma repartição policial descontraída que, de repente, recebe um novo chefe, que é extremamente sério e fiel às regras da corporação. A cobrança passa a mexer com os subordinados, principalmente com o detetive Jake Peralta (Andy Samberg), talentoso e preguiçoso - ele não se incomoda ao fazer corpo mole.

O elenco também reúne Terry Crews (de Todo mundo odeia o Chris), no papel do sargento Terry Jeffords; Stephanie Beatriz, como a detetive Rosa Díaz; e Andre Braugher, intérprete do capitão Holt, o novo manda-chuva da 99ª DP. Apesar de recente - a primeira temporada da série foi exibida no fim de 2013 nos Estados Unidos -, Brooklyn nine-nine levou o Globo de Ouro de Melhor Série de Comédia e Musical de 2014.

Em The Mentalist, Patrick Jane (Simon Baker) trabalha como consultor independente para autoridades da Califórnia, resolvendo um número considerável de crimes complicados. Mas nem todos são fãs das atitudes dele, como a agente Teresa Lisbon (Robin Tunney), que resiste em tê-lo na unidade para a qual trabalha.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK