Brasília-DF,
10/DEZ/2017

Série A segunda vez, com Marcos Palmeiras, retrata o mundo da prostituição de luxo

Nova série do Multishow, estreia em 11 de agosto, às 22h30

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Adriana Izel Publicação:03/08/2014 06:06Atualização:01/08/2014 14:09
Letícia Persiles confessa que cenas de nudez foram difíceis (Juliana Coutinho/Divulgação)
Letícia Persiles confessa que cenas de nudez foram difíceis
Em A segunda vez, nova série do Multishow, que estreia em 11 de agosto, às 22h30, o ator Marcos Palmeira dá vida ao jornalista Raul. Tudo muda quando o personagem perde o emprego, se separa da esposa e vai morar em um flat. No condomínio, ele conhece Carla, papel de Letícia Persiles, uma garota de programa. "A série tem cenas com carga dramática muito intensa e os atores foram muito generosos em todo o processo", relembra Letícia.

A atração retrata o mundo da prostituição de luxo e, por isso mesmo, tem diversas cenas de sexo. Letícia Persiles reconhece que gravar cenas nua é mais complicado. "Faz parte da dramaturgia, mas não é tranquilo para ninguém. Sempre rola nervosismo. O ideal é ter menos gente no set de filmagem e deixar que o prazer de atuar nos envolva", conta.

A segunda vez é baseada no A segunda vez que te conheci, de Marcelo Rubens Paiva. A produção também conta com nomes como Fabricio Belsoff, que vive o boêmio Luiz Mário, e Nathália Rodrigues, que será uma das sócias de Raul (Marcos Palmeira).


Três perguntas - Letícia Persiles, a Carla de A segunda vez

Esse é o seu primeiro papel em seriado na tevê fechada. Como foi receber esse convite?

Entrar nessa série tem um sabor especial para mim. Além de ser a primeira personagem na tevê por assinatura, tive o desafio de materializar uma mulher muito complexa. Foi um trabalho renovador. Gosto muito do que faço, por isso vejo cada papel como uma bênção. Foi um processo maravilhoso entender o texto e dar vida a Carla. A série tem cenas com carga dramática muito intensa e os atores foram muito generosos em todo o processo.

Como foi o processo de gravação da série?


Gravamos em março deste ano todos os dias. Foi uma verdadeira imersão no universo da personagem, que vive no limite e é extremamente passional.

Na série você faz algumas cenas nuas. Como você reage a esse tipo de cena?

Faz parte da dramaturgia, mas não é tranquilo para ninguém. Sempre rola tensão. O ideal é ter menos gente no set de filmagem e deixar que o prazer de atuar nos envolva.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK