Brasília-DF,
16/DEZ/2017

'Gente como a gente' é a atração desta sexta-feira, no canal Telecine Cult

O filme fala sobre uma família que é abalada após a trágica morte do filho mais velho, envolvido em um acidente

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:29/08/2014 06:00
 Rejeitado nos anos 1980, o filme caiu nas graças do público atual (Paramount/Reprodução)
Rejeitado nos anos 1980, o filme caiu nas graças do público atual
Com uma narrativa simples, o longa Gente como a gente dividiu opiniões e foi duramente criticado nos anos 1980, principalmente após vencer o Oscar de melhor filme. Na premiação da Academia, ganhou em quatro categorias, sendo que duas delas eram as mais importantes. Com o tempo, a adaptação do romance de Judith Guest conquistou o público, graças à humanidade embutida na história e às boas atuações dos protagonistas.

O filme fala sobre uma família que é abalada após a trágica morte do filho mais velho, envolvido em um acidente. O irmão caçula, vivido por Timothy Hutton, presencia o fato e se culpa, a ponto de tentar o suicídio. Após os eventos, ele entra em tratamento psiquiátrico e abala as estruturas familiares, cujas aparências tentam ser mantidas pelo comportamento da mãe, Beth. Nesse cenário conflituoso, pais e filho não se compreendem e escondem uns dos outros os reais sentimentos que os consomem.

Gente como a gente foi Marcelo Ferreira/CB/D.A Presso primeiro filme do diretor Robert Redford e marcou a estreia de Mary Tyler Moore e Timothy Hutton nas telonas, em atuações muito elogiadas. Hutton, inclusive, ganhou os prêmios de Melhor ator coadjuvante. aos quais concorreu.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK