Brasília-DF,
10/DEZ/2017

Criadora de Grey's anatomy e Scandal se destaca na tevê pela qualidade das séries

Grey's anatomy rendeu a Shonda Rhimes o prêmio Globo de Ouro de Melhor Série Dramática, em 2007

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Adriana Izel Juliana Figueiredo Publicação:07/12/2014 06:01Atualização:05/12/2014 11:50
Grey's Anatomy foi o primeiro roteiro de Rhimes
 (Alberto E. Rodriguez/Getty Images/AFP)
Grey's Anatomy foi o primeiro roteiro de Rhimes
É possível dizer que a produtora e roteirista Shonda Rhimes chegou onde nenhuma outra mulher conseguiu na tevê americana. Atualmente, ela domina o horário nobre do canal ABC às quintas-feiras, com três séries exibidas em sequência: Grey's anatomy, Scandal (ambas exibidas no Brasil pela Sony) e a novata How to get away with murder (esta estreia no Brasil apenas em março de 2015, mas já pode ser vista pelo iTunes).

A noite dominada por Shonda Rhimes (chamada de Shondaland) registrou grandes índices de audiência, inclusive para a série novata. Em apenas uma noite, as temporadas de 2014 atingiram 9,8 milhões de espectadores (Grey's Anatomy); 11,9 milhões (Scandal); e 14 milhões (How to get away with murder). Em comum, as séries dividem personagens marcantes - duas delas negras - exploram relações inter-raciais e personagens LGBTs, sempre com o cuidado de deixar tudo sem estereótipos.

A primeira produção de Shonda para a tevê foi Grey's anatomy, em 2005. A série mostra a rotina e os dramas da médica Meredith Grey (Ellen Pompeo) e de seus colegas em um hospital de Seattle.

Entre os vários prêmios que a produção levou, está o Globo de Ouro de Melhor Série Dramática (2007).
Scandal, de 2012, acompanha a história de Olivia Pope, ex-consultora de comunicações da presidência que dedica sua vida a proteger a imagem pública da elite.

A novata How to get away with murder é um suspense sobre um grupo de estudantes e sua misteriosa professora de defesa criminal, que se vê envolve em uma trama de assassinato que vai mudar o curso de suas vidas.



Antes de chegar à tevê, Shonda Rhimes aventurou-se pelo cinema, sendo roteirista de dois longas: O diário da princesa 2 (2004) e Crossroads - Amigas para sempre (2001), a estreia no cinema da cantora Britney Spears. Por passar muito tempo em casa, Rhimes se viu viciada em programas de tevê e decidiu tentar criar uma série de televisão: Grey's anatomy.

Um dos reconhecimentos a seu trabalho veio este ano, ao receber a medalha Du Bois, a mais alta honraria concedida por Harvard no campo dos estudos afro-americanos

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK