Brasília-DF,
20/SET/2017

Família Trapo foi precursora em fazer comédias no teatro e na tevê

Considerado o primeiro sitcom do Brasil, o show tinha como personagem principal Carlo Bronco Dinossauro, interpretado pelo comediante Ronald Golias

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ataide de Almeida Jr. Publicação:21/12/2014 06:50
Elenco da atração durante ensaio na TV Record ( TV Record/Reprodução)
Elenco da atração durante ensaio na TV Record

Os primeiros programas de tevê nas décadas de 1950 e 1960, não eram feitos em estúdios, mas, sim, transmitidos direto dos teatros. A TV Tupi, por exemplo, tinha o Grande Teatro, que trazia adaptações de romances.

Mesmo com a implementação de estúdios, alguns formatos resistiram aos palcos, como a Família Trapo, considerado o primeiro sitcom do Brasil. Apresentado ao vivo do Teatro Record-Consolação, o show tinha como personagem principal Carlo Bronco Dinossauro, interpretado pelo comediante Ronald Golias, que sempre implicava e criava confusão com a família.

Aliás, nomes famosos na televisão integravam o elenco da Família Trapo, como Otelo Zeloni (Pepino Trapo), Renata Fronzi (Helena), Jô Soares (mordomo Gordon), Cidinha Campos ( Verinha) e Ricardo Corte Real (Sócrates).

Apesar de já contar com videotape na época, tudo que acontecia ia ao ar ao vivo. Dessa forma, sobravam improvisos, principalmente de Ronald Golias, e situações das mais engraçadas. Uma das histórias mais contadas nos bastidores era a de que Golias interrompia as falas dos demais atores para poder ir ao banheiro — no meio do programa.

Um dos motivos para o sucesso da Família Trapo era a participação de convidados especiais. O mais lembrado deles é o episódio com o ex-jogador de futebol Pelé. O Mordomo Gordon quer assustar Bronco e apresenta Pelé como o atleta que vai substituí-lo no time da rua. No entanto, o personagem de Golias não reconhece o jogador. A partir daí, Bronco, para delírio da plateia, começa a realizar uma série de testes com o Rei do Futebol, como embaixadinhas e chutes a gol.

A Família Trapo foi a ar entre 1967 e 1971 pela TV Record. O programa era criado por Nilton Travesso, A.A. de Carvalho, Raul Duarte e Manoel Carlos. Os roteiros eram escritos, geralmente, por Carlos Alberto da Nóbrega (da Praça é Nossa) e Jô Soares.

Saiba mais

Incêndios
A TV Record enfrentou quatro incêndios de grandes proporções em sua história, um em 1966, outro em 1968 e dois em 1969. Nessas ocasiões, boa parte do acervo da emissora foi perdido, incluindo a maioria das fitas do programa Família Trapo.

Outras atrações
Depois que chegou ao fim, Ronald Golias ainda interpretou o personagem Bronco em outras emissoras. Em 1979, a TV Globo apresentou o programa Super Bronco, no qual o protagonista era um extraterrestre que foi mandado como castigo para a Terra. Depois, em 1987, a TV Bandeirantes exibiu a atração Bronco, na qual ele morava com duas irmãs e vivia as custas delas. Por fim, o SBT mostrou, em 2004, a série Meu cunhado, que também contava com o ator.

Nova família
No ano passado, a TV Record decidiu reviver a Família Trapo, com elenco totalmente renovado. Dessa vez, não houve o personagem Bronco. A trama contou a história de Quintino (vivido por Rafael Cortez) e as confusões que ele aprontava
com a família.
Tags: celular

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK