Brasília-DF,
16/DEZ/2017

Eu vi: Como sair dos tradionais clichês das novelas e programas de tevê?

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Diego Ponce de Leon Publicação:29/03/2015 07:58

A televisão está cheia de clichês. Uma coluna de televisão também. Precisamos, neste espaço, debater fatos pontuais acerca de uma novela? Falar mal das interpretações dos atores e atrizes de Malhação? Debater o assunto “seríssimo” da contratação daquela nova apresentadora? Ou podemos nos debruçar sobre temas menos óbvios e, quiçá, mais interessantes?

Uma pergunta que me faço (e fiquem à vontade em responder) é acerca dos motivos que levam vocês a procurar as palavras deste colunista a cada domingo (o que eu agradeço). Seria mero entretenimento ou busca por uma real provocação? E será que os satisfaço? Costuma ser bom para vocês?

Perdão pela carga filosófica desta semana, mas gosto desta maneira que a televisão nos deflagra, embora sejamos incapazes de admitir. O azul está na moda? Você anda escutando Mart’nália? Debatendo beijo gay? E ainda se julga autônomo? A conversa no trabalho amanhã já foi definida e você nem sabia. (Obs: estou correndo o risco de entrar no rol de “falei, falei, e não disse nada”. Caetano me definiria como aquele que “não é recôncavo e nem pode ser reconvexo”).
Tags: celular

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK