Brasília-DF,
25/SET/2017

Apresentadora Astrid Fontenelle não tem papas nas línguas em seus programas

De embaixadora da MTV no Brasil à defensora dos direitos das mulheres, Astrid atualmente está com dois programas no ar 'Saia justa' e 'Chegadas e partidas'

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:03/05/2015 08:00
Apresentadora é referência em assuntos de defesa dos direitos femininos (Trícia Vieira/Divulgação)
Apresentadora é referência em assuntos de defesa dos direitos femininos

Sem medo de falar o que pensa, de quebrar tabus e contestar normas, Astrid Fontenelle é, hoje, não só uma das mais versáteis jornalistas e apresentadoras da televisão brasileira, mas também porta-voz de causas fundamentais. À frente do programa Saia justa, no GNT, Astrid admitiu recentemente ter feito um aborto quando tinha 18 anos. “Eu tive medo”, disse, com a voz embargada.

O depoimento bastante emocionado aconteceu durante um episódio do programa, em 4 de março: “Eu esqueci de me proteger. Tive muito medo. Não tinha dinheiro na época, tive que vender uma joia da minha mãe”.

A coragem de falar abertamente sobre um assunto que divide opiniões e envolve milhões de mulheres rendeu muito apoio a Astrid nas redes sociais e ela passou a ser vista como uma porta-voz na defesa da legalização do aborto do Brasil e do direito da mulher sobre o próprio corpo.

A apresentadora que, em 2012, foi diagnosticada com lúpus, doença autoimune que não tem cura e que quase comprometeu o rim dela, já vinha conquistando fãs pela maneira de lidar positivamente com a doença nas vezes em que ficou internada. Astrid nunca tentou esconder a enfermidade ou deixou de falar a respeito, pelo contrário.

Um exemplo de conduta apontado por fãs quando falam de Astrid é a adoção do filho, Gabriel, em 2008. Depois de cerca de um ano de processo, Astrid conseguiu a guarda da criança.

MTV

Carioca da zona norte, Astrid se mudou para São Paulo por conta do trabalho da mãe. Lá, cursou jornalismo e deu início à carreira que a consolidaria como uma das mais versáteis apresentadoras da televisão brasileira. A fama veio por seu trabalho na extinta MTV Brasil, nos tempos em que o canal marcou época na tevê nacional.

Astrid foi a primeira VJ brasileira a entrar no ar e chegou ao cargo de diretora de jornalismo do canal, onde trabalhou por nove anos e comandou atrações como Disk MTV, Barraco MTV e Pé na cozinha.

Antes da MTV, Astrid passou discretamente pela TV Gazeta, onde apresentou o programa TV Mix, em 1988, dirigido pelo cineasta Fernando Meirelles. Em 1989, comandou o programa Mulher 90, na TV Manchete. Na tevê aberta seu momento de destaque foi à frente do Melhor da Tarde, na Band, com o qual atingiu altos índices de audiência.

No GNT desde 2007, ela já apresentou o Happy hour e o Chegadas e partidas. Está à frente do Saia justa desde 2014.

Quem é?
Nome: Astrid Coutinho Fontenelle de Brito
Idade: 54 anos
Nascimento: Rio de Janeiro

Biografia
Astrid está escrevendo um livro sobre sua vida, com previsão para lançamento para setembro de 2015. Na obra, publicada pela editora Rocco, ela contará sobre o processo de adoção, a vida com o lúpus e memórias da carreira.

Premiada
Em 1988, a jornalista foi premiada pela Associação Paulista de Críticos de Arte como apresentadora revelação pelo programa TV Mix. Em 2011, o reality Chegadas e partidas foi eleito o melhor programa da televisão pela APCA.

Família
 (Reprodução/Internet)

Astrid foi casada com Marcelo Checon, de 2001 a 2008. Em 2010, ela casou com Fausto Franco, com quem cria o pequeno Gabriel. A apresentadora é muito ativa nas redes sociais e vive publicando sobre o cotidiano dos três em seu Instagram: @astridfontenelle.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK