Brasília-DF,
20/SET/2017

Sexta temporada de The walking dead estreia este domingo

Além das criaturas assustadoras, novos desafios são esperados para os sobreviventes

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Samir Mendes - Diversão & Arte Publicação:11/10/2015 06:03Atualização:09/10/2015 16:01

The Walking Dead é uma das séries mais bem-sucedidas dos EUA (Fox/Divulgação)
The Walking Dead é uma das séries mais bem-sucedidas dos EUA

Foram quase sete meses de espera, desde 29 de março, quando Rick Grimes e o velho amigo (?) Morgan se reencontraram em Alexandria, no fim da 5ª temporada de The walking dead, da AMC. Apesar de os fãs terem sobrevivido, o destino de Rick, Glenn, Carol, Daryl, Carl e Cia. na sexta temporada, que estreia hoje (11/10) no Brasil, às 23h, continua longe da certeza.

 

 

A série, que estreou em 2010 e é baseada nos quadrinhos de Robert Kirkman, Tony Moore e Charlie Adlard, promete continuar apostando nas duas maiores ameaças da atração até aqui: humanos e zumbis, tendo como foco a, uma vez pacífica, comunidade de Alexandria. O componente adicional que deve desequilibrar de vez essa já sensível equação é a iminente ameaça de um grupo de hostis conhecido como Lobos.

 

Se as relações dentro de The walking dead estão cada vez mais insustentáveis e os riscos, maiores, a situação da série perante a crítica e a audiência vai de vento e polpa. Desde a quarta temporada, o programa conseguiu a maior média de usuários entre 18 e 47 anos da história da televisão a cabo, e o episódio de estreia da 5ª temporada foi o mais assistido, com 17,3 milhões. Devido à expectativa criada nesses meses, o episódio de hoje, First time again, tem tudo para superar esse já surpreendente recorde.

Personagens

Como a AMC adiantou em alguns previews da nova temporada, apesar de alguns dos personagens preferidos dos fãs continuarem vivos e prontos para desempenhar papéis importantes, como Daryl e Carol, em uma Alexandria mais próxima das ruínas, a sobrevivência do grupo dependerá da liderança de Rick Grimes, cada vez menos inclinado a correr riscos ou a sentimentos de misericórdia.

 

Além dos rostos familiares, os fãs deverão conhecer mais sobre os hostis Lobos e novos habitantes de Alexandria. Entre eles, Merrit Weaver, vencedora de um Emmy pelo trabalho na série Nurse Jackie, que dará vida à doutora Denise Cloyd, personagem que promete ser importante após a morte de Pete e a julgar por sua trajetória nos quadrinhos.

Expectativa

Apesar de todo o sucesso de audiência, nem mesmo The walking dead está imune às críticas. A série já foi acusada de ser muito parada, mas, pela mudança no ritmo de narrativa no fim da quinta temporada, os fãs estão com altas expectativas para as novas aventuras de Rick e Cia. “A quarta e a quinta temporadas deixaram a desejar em alguns aspectos, mas, pelo tom dos últimos episódios da quinta temporada, acredito que os novos episódios serão excelentes”, afirmou o engenheiro Luiz Fernando Moreira Santana, 25 anos.

 

Para ele, que começou a assistir à série logo depois que a primeira temporada havia acabado no Brasil, o aspecto mais interessante do programa é que, mesmo com um apocalipse zumbi acontecendo, é a interação entre os humanos que deixa tudo mais perigoso. “Os quadrinhos têm uma pegada diferente, mas são muito legais também. Sobre os meus personagens favoritos, gosto da Michonne e do Daryl, apesar de ele não estar nas HQs. Sinto que eles são mais práticos em relação à sobrevivência”, revelou.

Spin-offs

Para tentar aplacar a sede dos fãs por mais tripas de zumbis, a AMC e Robert Kirkman criaram dois novos produtos relativos ao universo de The walking dead. O primeiro e mais ambicioso, que vem sendo desenvolvido desde 2013, é a série Fear the walking dead. A primeira temporada, que contou com seis episódios,  encerrados na semana passada, funcionou como uma prequel da série original.

 

Ambientada em Los Angeles — também uma forma de suavizar as críticas ao cenário mais “rural” de The walking dead –, a série mostra os momentos anteriores à humanidade sucumbir ao apocalipse zumbi sob a perspectiva de uma família disfuncional. Com críticas positivas, o programa também foi um sucesso de audiência, com média de 9 milhões de expectadores nos primeiros episódios.

 

O segundo produto é a websérie Fear the walking dead: flight 462. Dividida em 16 episódios de menos de um minuto, ela contará a história de passageiros a bordo de um voo comercial no início da contaminação e a luta pela sobrevivência, quando um dos viajantes revelará ser um perigo para os outros tripulantes. Os episódios serão divulgados a cada domingo e, no fim, o passageiro sobrevivente do voo 462 se juntará ao elenco de Fear na segunda temporada.

SERVIÇO
The walking dead
First time again, 1º episódio da 6ª temporada. Domingo, às 23h, no canal Fox HD.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK