Brasília-DF,
20/SET/2017

Relembre a história de 'Anjo mau' que volta às telinhas no final do mês

Com uma protagonista que atuava como mocinha e vilã, a novela conquistou o público na duas vezes que foi transmitida, em 1973 e 1997

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ataide de Almeida Jr. Publicação:20/03/2016 06:50Atualização:18/03/2016 15:34
A atriz Glória Pires interpretou a babá Nice na segunda versão da novela (Globo/Divulgação)
A atriz Glória Pires interpretou a babá Nice na segunda versão da novela
 
Para prender a atenção do público vale usar de todas as artimanhas em telenovelas. E quem sabia utilizar esses artifícios muito bem era Cassiano Gabus Mendes, responsável por cerca de 12 novelas apenas na TV Globo. Em uma delas, o autor colocou como protagonista uma personagem que, nascida em família pobre, tinha tudo para ser a mocinha sensível e sofredora, porém se mostrou ambiciosa e sem escrúpulos. Trata-se de Nice, a mocinha-vilã de Anjo mau, que teve duas versões, em 1973 e 1997.

Além da protagonista, a novela como um todo tinha uma história que prendia a atenção do telespectador. Nice era inconformada com a pobreza, mas tudo começa a mudar quando surge uma oportunidade de trabalhar na mansão dos Medeiros, como babá do filho de Stela. Ao aceitar o emprego, ela logo percebe que pode mudar de vida se conseguir conquistar Rodrigo, irmão de Stela. No entanto, ele está noivo de Paula, o que não é nenhum problema para a babá, que vai passar por cima de tudo para atingir o objetivo. O que ela não esperava era que iria se apaixonar de verdade por ele.

Nesse meio tempo, algumas descobertas vem à tona. Umas delas é a de que Paula tem um romance com o irmão de Rodrigo, Ricardo. Ao descobrir isso, o noivo muda completamente de personalidade e não acredita mais nas mulheres. Como vingança, Rodrigo passa a sair com Nice e também com Lígia, que está na mesma classe social que ele e por quem ele sempre foi apaixonado. Claro que o milionário acaba se apaixonando pela babá, eles se casam e Nice tem um filho.

Risadas
A novela também contou com um núcleo divertido nas duas versões. O casal Stela e Getúlio (1ª versão) e Stela e Tadeu (2ª versão) foi responsável pelos momentos de risadas. Isso porque após se separar de Rodrigo, Stela encontra com Tadeu/Getúlio, que é um homem honesto, humilde, e que pouco conhece das coisas da vida, além de provar o tempo todo que não se casou com ela por dinheiro.
 
A segunda versão de Anjo mau também levantou uma questão social. Isso ocorre com as personagens de Tereza, vivida pela atriz Luiza Brunet, e Cida, interpretada por Léa Garcia. Negra, bondosa e pobre, Cida deu à luz Tereza, que se casou por interesse com o milionário Rui. A filha, no entanto, rejeita a verdadeira origem e nunca contou aos filhos de onde realmente veio. No entanto, Cida é mãe adotiva de Vivian (Taís Araújo), que acaba se envolvendo com o filho de Tereza, que acaba descobrindo toda a verdade sobre a matriarca.

Anjo mau teve 175 capítulos na primeira versão e 173 na segunda. A história mais recente foi adaptada por Maria Adelaide Amaral e quem quiser acompanhar a trama, poderá assistir no Vale a pena ver de novo ainda este mês.

Saiba mais
 
Nices
Duas grandes atrizes viveram a personagem Nice. Na primeira versão, coube a Susana Vieira interpretar a babá ambiciosa; já na segunda, foi a vez de Glória Pires. Para quem assistiu ao remake até o fim, teve uma surpresa. Susana aparece na novela, mas desta vez como babá do filho da personagem de Nice.

Diferenças
Algumas mudanças foram feitas na segunda versão da novela. Segundo o site Memória Globo, no original, Nice morre durante o parto, mas Maria Adelaide Amaral decidiu não a matar e a babá termina a novela ao lado de Rodrigo.
 
A novela será reprisada no Vale a pena ver de novo no final do mês. Confira a chamada:
 
 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK