Brasília-DF,
06/DEZ/2019

Boris Casoy agora é âncora do 'RedeTV! News'

A ida do jornalista para a Rede TV! reforça a importância de ter um bom âncora na emissora

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:23/10/2016 06:45
Boris Casoy agora apresenta o telejornal 'RedeTV! News' (Artur Igrecias/RedeTV)
Boris Casoy agora apresenta o telejornal 'RedeTV! News'
Boris Casoy assinou contrato com a RedeTV! para apresentar o principal jornal da emissora, o RedeTV! News. Na última sexta-feira, ele compareceu ao programa Mariana Godoy entrevista.
 
Ao ser questionado do porquê da saída da antiga emissora, Boris revela que gostava do trabalho, mas o horário o prejudicava um pouco, porque entrava na redação às 20h30 e só saía às 2h. “Não podia ir ao teatro, ao cinema, tinha pouco tempo para leitura porque precisava me informar e dormia de manhã. Isso me cansou”, afirma Boris, de 75 anos.
 
O âncora iniciou a carreira na televisão como repórter do programa Mosaico na TV, na TV Tupi, em 1961. De 1988 a 1997, trabalhou no SBT apresentando o TJ Brasil. Depois foi contratado pela Rede Record, onde trabalhou até 2005, apresentando o Jornal da Record. Em 2008, foi contratado pela Band e foi âncora do Jornal da Noite até setembro deste ano, quando seu contrato acabou.
 
Boris Casoy foi o primeiro jornalista a emitir opiniões sobre as reportagens exibidas enquanto apresentava os telejornais e também é famoso pela criação de bordões, como “Isto é uma vergonha!”. “Eu me considero equilibrado para emitir opinião”, pontua Boris. O âncora, atualmente, apresenta o RedeTV! News, às 19h10, na RedeTV! ao lado da jornalista Amanda Klein.
 
Ricardo Boechat atualmente é âncora e locutor (Rede Bandeirantes/Divulgação)
Ricardo Boechat atualmente é âncora e locutor

 
A Band, de onde Casoy saiu, tem outro nome que figura entre os melhores âncoras da tevê brasileira:  Ricardo Boechat, à frente do Jornal da Band desde 2006. O estilo destemido de Boechat faz com que ele colecione desafetos, mas também agrada a muita gente. Com 46 anos de carreira, ele já ganhou três prêmios Esso, além de vários outros.
 
Um dos jornais de maior credibilidade da tevê aberta brasileira ainda é o Jornal Nacional. Muito se deve ao carisma do âncora William Bonner, que iniciou a carreira como redator publicitário e depois tornou-se locutor e apresentador.
 
Em 1968, foi convidado pela Globo de São Paulo, onde, além de apresentador, passou a ser editor de uma edição do SPTV. E não parou mais: Fantástico, Jornal da Globo e Jornal Hoje.

Jornalismo ou entretenimento?

Recentemente, o SBT contratou Dudu Camargo para ser apresentador do telejornal Primeiro Impacto, o jornal matutino da emissora. As jornalistas Karyn Bravo e Joyce Ribeiro, antigas apresentadoras titulares do telejornal, foram substituídas pelo jovem de 
apenas 18 anos.

A contratação gerou polêmica e protesto do Sindicato de Jornalistas de São Paulo. A entidade não problematizou o fato de o apresentador não possuir diploma, mas sim a falta de comprometimento da emissora que trata o jornalismo como entretenimento.

Antes de assumir o telejornal, Dudu Camargo atuava como o personagem Homem do saco, um comentarista que esconde o rosto com um saco de papel, no programa Fofocando, também do SBT.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK