Brasília-DF,
18/NOV/2017

Altos e baixos: relembre os sucessos e fracassos do mundo das séries em 2016

'Game of thrones' foi uma das séries que manteve destaque em 2016. No entanto, The walking dead foi uma produção mais inconstante

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Adriana Izel Publicação:25/12/2016 06:56Atualização:23/12/2016 18:24
Além das mortes chocantes causadas por Negan, 'The walking dead' ficou marcada pela mesmice (Fox/Divulgacao)
Além das mortes chocantes causadas por Negan, 'The walking dead' ficou marcada pela mesmice


O ano também foi importante para séries consagradas que fizeram as melhores temporadas, a exemplo de Game of thrones e Black mirror. No entanto, houve seriados que pagaram mico ao ter uma queda de rendimento nas sequências e ainda quem começou já sendo criticado. A expectativa em torno da sexta temporada de Game of thrones era grande porque a temporada anterior havia sido encerrada com a morte de Jon Snow (Kit Harrington).
 
Até a estreia da produção, em abril, os fãs fizeram várias teorias sobre um possível retorno do bastardo. Fato que se confirmou logo nos primeiros episódios. Além disso, a Batalha dos Bastardos exibida no nono episódio de GoT também garantiu a audiência da trama nas alturas. A sétima temporada está confirmada e deve estrear em julho. Outra série que teve muito destaque em 2016 foi Black mirror. Tudo isso porque a trama entrou no catálogo da Netflix e teve a estreia da terceira temporada, com episódios em que a história, apesar de absurda, muitas vezes pode se parecer com a realidade atual.

Em baixa


Se Game of thrones e Black mirror tiveram bons anos, o mesmo não vale para The walking dead. A sétima temporada começou batendo recorde de audiência, ao exibir a cena que teve início na temporada anterior e terminou com Negan (Jeffrey Dean Morgan) matando dois integrantes do grupo de Rick (Andrew Lincoln) com a arma Lucille. Ao longo da primeira parte da temporada The walking dead viu a audiência cair. Só Negan salvou TWD neste ano. Em 2017, a segunda parte da trama estreia em fevereiro na Fox, e a oitava sequência também está confirmada.
 
Entre as novatas, tiveram várias séries com expectativas altas que não foram correspondidas. Uma delas foi a nacional 3% desenvolvida por Pedro Aguilera e com Bianca Comparato na pele de Michele, uma das jovens que participa do processo, uma prova que seleciona 3% da população brasileira que vive na periferia que poderá viver no Maralto. Críticas à parte, o seriado terá uma sequência.
Mas não foi apenas a produção brasileira que desagradou. A lista tem ainda produções que tinham grandes nomes envolvidos, como The ranch, com Ashton Kutcher; Vinyl, criada por Mick Jagger e Martin Scorsese (que foi cancelada); o retorno de Arquivo X e Divorce (com Sarah Jessica Parker).

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK