Brasília-DF,
22/NOV/2017

Você se lembra? She-ra conquistou as crianças da década de 1980

Versão feminina do desenho He-man, a princesa-guerreira era guardiã do reino de Etéria

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:08/01/2017 06:30Atualização:06/01/2017 14:54
Adora se transformava em She-Ra quando erguia a espada e entoava a frase: %u201CPela honra de Greyskull%u201D (Internet/Reprodução)
Adora se transformava em She-Ra quando erguia a espada e entoava a frase: %u201CPela honra de Greyskull%u201D

A frase “Eu sou Adora, a irmã gêmea de He-Man e defensora do Castelo de Cristal” indicava para muitas crianças da década de 1980 o começo de uma nova aventura, pois era assim que começavam os episódios de She-Ra, a princesa do poder. Ainda na abertura, ela contava um pouco da sua história e revelava que tinha poderes mágicos e que os usaria “pela honra de Greyskull” e para “libertar Etérnia das terríveis forças de Hordak”. Também é nessa parte que você pode ver a princesa Adora se transformar em She-Ra e conhecer o seu fiel escudeiro, o cavalo Espírito, que se torna o unicórnio alado Ventania com a mudança dela.
 
She-Ra surgiu quando o desenho animado He-Man já fazia sucesso e apareceu como uma forma de aproximar mais as meninas que faziam parte do público da animação. A atração conta a história de Adora, irmã gêmea de Adam, mais conhecido como He-Man. Quando criança, a princesa foi sequestrada pelo terrível Hordak e criada em outra dimensão, longe das terras de Etérnia.
 
Ela cresce e passa a chefiar o exército de Hordak para conquistar o Castelo de Cristal até que encontra He-Man em uma rebelião e descobre a verdade sobre Hordak e também sua verdadeira identidade. E é aí que a princesa Adora se torna a guerreira She-Ra.
 
Daí em diante, a princesa-guerreira passa a viver grandes aventuras, algumas ao lado do irmão He-Man. Mas os dois se tornam guardiões de regiões diferentes. Enquanto Adam volta para Etérnia, She-Ra fica em Etéria e se alia aos rebeldes para derrubar Hordak e reconquistar o castelo da Lua Clara. E é entre os membros da rebelião que ela encontra alguns companheiros de luta, como o Arqueiro, a princesa do reino da Lua clara, Cintilante, e a feiticeira Madame Riso com seus companheiros Vassourito e Corujito.
 
O desenho chegou ao Brasil em 1985 e era exibido em programas como Xou da Xuxa e Balão mágico. Como tudo que criança gosta não fica só na telinha, a personagem logo se tornou um produto e as bonecas fizeram mais sucesso que a já conhecida Barbie. Além disso, She-Ra também foi levada para o universo dos quadrinhos, primeiro como minigibis e depois em revistas. A personagem também passou a ocupar espaço nos quadrinhos de He-Man.

SAIBA MAIS 

Dois anos
She-Ra teve duas temporadas e 93 episódios.

Encontro
O episódio em que She-Ra e He-Man se encontram pela primeira vez foi o maior pico de audiência do Xou da Xuxa até então.

Na Terra
Em 1985 a Globo exibiu o especial O Natal de He-Man e She-Ra. No episódio os dois vinham à Terra em busca do mago Gorpo e levavam duas crianças para conhecer Etérnia.


 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK