Brasília-DF,
22/NOV/2019

'A maldição da residência Hill' vale a maratona neste fim de semana!

O seriado da Netflix é um prato cheio para os fãs de drama misturado com suspense

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Correio Braziliense Publicação:11/01/2019 06:06Atualização:10/01/2019 10:22

Os Crains enfrentam o terror em 'A maldição da residência Hill' (Steve Dietl/Netflix)
Os Crains enfrentam o terror em 'A maldição da residência Hill'

 

Poucas séries ganham mais o coração do público do que aquelas que conseguem transmitir uma afeição única pelos personagens. É exatamente aí que A maldição da residência Hill leva muitos pontos. Na teoria, a série é mais uma que pertence ao gênero de terror. Na prática, entretanto, a produção da Netflix apresenta um drama pesado, com personagens complexos que vale uma maratona.

 

A história foi criada por Mike Flanagan (que também atua como showrunner e produtor-executivo) e retrata o drama vivido pela família Crain ao se deparar com a residência Hill. O clã é composto por sete membros: Hugh (Timothy Hutton), o pai; Liv (Carla Gugino), a mãe; Steve (Michiel Huisman), o filho mais velho; Shirley (Elizabeth Reaser), a filha mais velha; Theo (Katie Siegel), a filha do meio, e os gêmeos Luke (Oliver Jackson-Cohen) e Nell (Victoria Pedretti), os mais novos.

 

O trabalho de Hugh, ainda na década de 1980, consiste em comprar casas abandonadas para depois reformá-las e vender por um preço maior. É assim que o homem leva a família a até então desconhecida residência Hill. Não demora muito para que a casa (e os membros mortos do local) comecem a perseguir os Crain, especialmente as crianças.

 

O grande diferencial da série é mostrar dois panoramas temporais e várias perspectivas da mesma história por meio de cada membro da família. Cada episódio é dedicado a um dos Crain e transita entre o passado (ainda na casa Hill), os eventos que marcaram as crianças após os traumas vividos lá, e o presente (com cada filho crescido, mas ainda preso pelos eventos fantasmagóricos que os cercam).

 

Mais do que um terror no sentido estrito do gênero, A maldição da residência Hill é um drama familiar. Ao longo dos 10 episódios da primeira temporada, a série mostra de maneira muito bem construída e pensada o quanto os laços familiares ultrapassam o tempo e podem marcar (no sentido de destruir, ou salvar) para sempre indivíduos com base na ligação sanguínea.

 

Serviço

A maldição da residência Hill

 

Disponível do streaming da Netflix. Não recomendado para menores de 16 anos.

 

 

 

Confira outras opções para curtir no sofá 

 

Tv Aberta

 

Sexta

Festa no céu

(Globo, 15h05)

Dividido entre cumprir as expectativas de sua família e seguir seu coração, Manolo viaja em mundos fantásticos e enfrenta seus maiores medos para conseguir o amor de Maria, uma amiga de infância.

 

Sábado

O corintiano

(TV Brasil, 16h)

A comédia conta a história de Mané, barbeiro torcedor fanático do Corinthians. Ele mora em um bairro pobre, onde vive discutindo com os vizinhos e com a filha que deseja ser bailarina.

 

Domingo

Reféns

(Band, 22h20)

Kyle e Sarah são casados e vivem em uma elegante e confortável casa ao lado da filha Avery. A vida deles segue sem problemas, até a casa ser invadida e o trio ser mantido refém por criminosos. A família se une para combatê-los, o que significa revelar alguns segredos, traições e mentiras.

 

Tv Fechada

 

Sexta

O destino de Júpiter

(Warner Channel, 18h30)

Jupiter Jones é a descendente de uma linhagem que a coloca como a próxima ocupante do posto de rainha do universo. Um dia, ela recebe a visita de Caine, ex-militar alterado geneticamente que tem como missão protegê-la.

 

Sábado

Lindsay Lohan: Bem-vindos ao paraíso

(MTV, 16h50)

Lindsay Lohan retorna para os holofotes como uma poderosa empresária, apresentando a série que acompanha o lançamento de seu terceiro clube, o Lohan Beach Club, em Mykonos.

 

Domingo

Vingadores: Guerra infinita

(Telecine Pipoca, 20h)

Thanos enfim chega à Terra, disposto a reunir as Joias do Infinito. Para enfrentá-lo, os Vingadores precisam unir forças com os Guardiões da Galáxia, ao mesmo tempo em que lidam com desavenças entre alguns de seus integrantes 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK