Brasília-DF,
22/MAI/2019

Premiado, 'Pantera Negra' agita o sábado no Telecine Premium

Sucesso de bilheteria, o longa é um marco no universo dos super-heróis da Marvel ao receber três prêmios Oscar

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Correio Braziliense Publicação:26/04/2019 06:01Atualização:25/04/2019 18:10
A representatividade é tema nas telonas (Reprodução/Internet)
A representatividade é tema nas telonas

O filme Pantera Negra estreou em 2018 e deixou um grande legado para o universo dos super-heróis da Marvel. Nos primeiros dias nos cinemas americanos, o longa-metragem arrecadou mais de US$ 200 milhões na bilheteria e teve destaque em todos os mercados internacionais em que estreou. O filme é ambientado no reino fictício de Wakanda e marca uma novidade no audiovisual: um herói protagonista negro e um elenco majoritariamente negro.

Pantera Negra conta a história do príncipe T’Challa, que retorna a Wakanda para a cerimônia de coroação, após a morte do pai. Nela são reunidas as cinco tribos que compõem o reino, sendo que uma delas, os Jabari, não apoia o atual governo. 

T’Challa logo recebe o apoio de Okoye, a chefe da guarda de Wakanda, da irmã Shuri, que coordena a área tecnológica do reino, e também de Nakia, a grande paixão do atual Pantera Negra, que não quer se tornar rainha. Juntos, eles estão à procura de Ulysses Klaue, que roubou de Wakanda um punhado de vibranium, alguns anos atrás.

O filme exalta a cultura africana e quebra alguns estereótipos ao apresentar uma África altamente tecnológica e cultural. O longa reverbera também o papel das mulheres na sociedade, as evidenciando e mostrando a força delas. Além disso, é possível fazer uma analogia do enredo cinematográfico com o contexto político e social atual, com a abordagem das questões xenofóbicas, racistas e segregadoras vividas na sociedade.

O sucesso nas bilheterias se repetiu nas prateleiras — Pantera Negra levou mais de 15 prêmios, entre eles os Oscar de melhor figurino e de melhor direção de arte. Além disso, a trilha sonora é produzida pelo rapper Kendrick Lamar, um dos artistas mais premiados e respeitados da música atual.

Serviço
Pantera Negra
Sábado, às 15h35, no Telecine Premium. Não recomendado para menores de 14 anos


Tv Aberta


Sexta
Ela e os caras
(SBT, 23h15)
Uma moça vai morar em uma república universitária, mas acaba sendo expulsa pela linda e perversa presidente da casa. Excluída, ela passa a morar com sete rapazes que vão ajudá-la a conquistar o príncipe encantado e a derrotar a bruxa.

Sábado
Zé do periquito
(TV Brasil, 16h)
Genó é jardineiro de um colégio. Ele se encanta por Carmem, aluna e filha de um empresário. Para conquistá-la, Genó deixa o emprego e vai trabalhar em outra cidade com seu realejo.

Domingo
Troféu imprensa
(SBT, 20h)
Troféu Imprensa é o maior, o mais antigo e o mais importante prêmio anual dedicado a premiar os maiores destaques da televisão brasileira e da música.

Tv Fechada


Sexta
Já estou com saudades
(Maxup, 17h05)
Duas mulheres com uma forte amizade recebem notícias que mudarão as vidas delas para sempre; enquanto uma é diagnosticada com câncer de mama, a outra descobre que está grávida. Elas terão uma a outra para se apoiar e enfrentar as situações.

Sábado
Capitão América — O primeiro vingador
(Telecine pipoca, 19h50)
Depois de sofrer sucessivas rejeições no Exército, Steve Rogers finalmente consegue uma vaga. Ele é aceito para participar de um projeto experimental que o transforma em Capitão América.

Domingo
Juntos e misturados
(Warner, 10h)
Jim e Lauren criam os filhos sozinhos. Anos depois de um desastroso encontro às cegas, eles se reencontram na África. A atração entre eles aumenta e os filhos aproveitam.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK