Brasília-DF,
12/NOV/2019

'Moonlight: Sob a luz do luar' faz uma jornada pelo interior do coração

Vencedor de melhor filme no Oscar 2017, o longa é uma verdadeira experiência de autoconhecimento

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Correio Braziliense Publicação:03/05/2019 06:00Atualização:03/05/2019 12:28
Moonlight aborda a masculinidade e os dilemas de um jovem
 (Diamond Films/Divulgação)
Moonlight aborda a masculinidade e os dilemas de um jovem


"Em certo momento você precisa decidir quem você quer ser! Você não pode deixar ninguém tomar essa decisão por você". A frase faz parte do longa-metragem Moonlight: Sob a luz do luar. A produção apresenta a história de Chiron que, desde da infância, sofre bullying no colégio. No entanto, o menino de apenas 10 anos ainda não tem noção de quem é na essência.

Na adolescência, o garoto vai ficando mais tímido e introspectivo e sofrendo com ataques homofóbicos de colegas de classe. Já adulto, agora apelidado de Black, ele comanda o tráfico local e segue buscando o autoconhecimento.

Passando por três fases da vida do protagonista, o filme mostra as questões das descobertas sexuais, do relacionamento dele com a mãe, da relação com as gangues e das drogas que rodeiam um jovem da periferia de Miami. A história de Black emocionou e conquistou o público, fazendo Moonlight arrecadar cerca de US$ 65 milhões na bilheteria mundial e indicações diversas nas premiações do gênero.

O longa-metragem é significativo e quebra vários paradigmas no decorrer da trama. As questões sexuais e raciais são abordadas em um mundo essencialmente masculino, fato raro no universo cinematográfico. Mesmo a produção não sendo brasileira, a trilha sonora conta com o clássico Cucurrucucu Paloma, de Caetano Veloso. Moonlight: Sob a luz do luar ganhou três estatuetas no Oscar (melhor filme, melhor ator coadjuvante para Mahershala Ali e melhor roteiro adaptado) e um Globo de Ouro (melhor filme dramático).

Serviço
Moonlight: Sob a luz do luar
Nesta sexta,  às 22h55, no Max. Não recomendado para menores de 16 anos.



Tv Aberta

Sexta
Menina dos olhos
(SBT, 23h15)
Após perder a esposa e o emprego, um profissional bem-sucedido de Nova York é obrigado a voltar a morar com o pai no subúrbio. Com a ajuda de uma jovem, aos poucos, ele vai descobrindo o que é realmente importante na vida.

Sábado
Um tira acima da lei
(Band, 22h)
Dave é um policial muito agressivo, de moral duvidosa e que mora com as duas ex-mulheres. A vida dele passa a ser vigiada quando uma câmera o flagra batendo em um negro.

Domingo
Uma noite no museu 2
(Globo, 14h)
Desta vez, a ação se passa no museu Smithsonian de Washington, onde ganham vida personalidades da história americana, entre eles alguns presidentes, Amelia Earhart, uma das pioneiras da aviação, e até um improvável faraó.


Tv Fechada


Sexta
Juntos pelo acaso
(HBO family, 16h25)
Holly e Eric têm um encontro desastroso organizado por Peter e Allison. Mas quando os amigos deles morrem em um acidente, Holly e Eric terão que deixar de lado suas diferenças para cuidar da pequena Sophie.

Sábado
Viva —  A vida é uma festa
(Telecine premium, 20h05)
O menino Miguel tem o sonho de ser cantor, mas a música é proibida na família. No Dia dos Mortos, ele rouba o violão de um famoso cantor falecido que o transporta para outro mundo.

Domingo
Motoqueiros selvagens
(Megapix, 18h10)
Quatro amigos de longa data se reencontram com um desejo em comum: largar as vidas chatas e problemáticas. Atrapalhados, eles saem sem rumo pelas estradas, incorporados numa gangue de motociclistas.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK