Brasília-DF,
18/DEZ/2017

Prejuízo de "O cavaleiro solitário" pode chegar a US$ 150 milhões

Filme com Johnny Depp deve ser o maior fracasso depois de "John Carter". Resultado é "incrivelmente frustrante", admite executivo da Disney

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:09/07/2013 15:41Atualização:09/07/2013 16:30
Armie Hammer e Johnny Depp em cena do filme 'O cavaleiro solitário'  (Reprodução/Internet)
Armie Hammer e Johnny Depp em cena do filme 'O cavaleiro solitário'
Com um prejuízo projetado de até US$ 150 milhões, O cavaleiro solitário pode se tornar o segundo maior fracasso da Disney, atrás apenas de John Carter, que em 2012 causou perdas de US$ 200 milhões e provocou a demissão do então presidente do estúdio, Rich Ross.

Após consumir um orçamento de US$ 250 milhões, além dos US$ 175 milhões investidos em marketing, o filme protagonizado por Armie Hammer e Johnny Depp só conseguiu arrecadar US$ 73 milhões em uma semana, após uma estreia bastante decepcionante no feriado norte-americano de 4 de julho, na qual não chegou aos US$ 50 milhões.

Segundo especialistas consultados pelo site The Hollywood Reporter, a previsão agora é de a arrecadação alcance apenas US$ 125 milhões nos EUA e até US$ 150 milhões no mercado internacional, números muito abaixo dos três primeiros filmes da franquia Piratas do Caribe, que também reuniam Depp, o diretor Gore Verbinski e o produtor Jerry Bruckheimer.

“É muito decepcionante. Tudo era perfeito no papel, então hoje é incrivelmente frustrante”, admitiu o vice-presidente executivo de distribuição mundial da Disney, Dave Hollis.

O estúdio, porém, não deve enfrentar grandes problemas financeiros em 2013 graças ao sucesso de outros dois títulos, Universidade monstros, que já soma mais de US$ 400 milhões, e Homem de ferro 3, que já chegou ao US$ 1.21 bilhão e se tornou o quinto filme mais rentável da história.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES