Brasília-DF,
20/SET/2021

Empresários trazem para Brasília iguarias da gastronomia portuguesa

Instalada em Luziânia (GO), a fábrica Doces do Império testa as receitas portuguesas com ingredientes locais

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Liana Sabo Publicação:18/10/2013 06:12Atualização:17/10/2013 13:45

Carlos Caiado Ferreira, Luis Sacadura e Clayton Faria Machado: trio está à frente dos Doces do Império (Ed Alves/CB/D.A Press)
Carlos Caiado Ferreira, Luis Sacadura e Clayton Faria Machado: trio está à frente dos Doces do Império
 

Doces conventuais, leitão da Bairrada e embutidos artesanais, como alheiras — três ícones da gastronomia lusitana — serão produzidos ainda este ano, em Brasília, por um grupo de empresários portugueses e um brasileiro. Clayton Machado, presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Brasília (Sindhobar), é o único brasileiro que participa do projeto, em fase de implantação.

Com o nome Doces do Império, a fábrica de confeitos foi instalada provisoriamente em Luziânia (GO), onde começaram a ser testadas as receitas portuguesas com ingredientes locais, sob o comando do experiente confeiteiro Antonio Costa. “Quando fizemos o convite para o chef pasteleiro vir trabalhar conosco no Brasil, ele disse que teria muito gosto, porque a mulher é brasileira, nascida em Goiânia”, revelou Luis Sacadura, um dos dois sócios portugueses, que estão à frente do empreendimento. O outro é Carlos Caiado Ferreira, ex-professor universitário.

Adega internacional

Por falar em portugueses, outros dois, Nuno Pereira e Fabrício Malagoli inauguraram na galeria do Meliá Brasil 21 uma loja de vinhos chamada 21 Wine Store. Nela, há rótulos de diversas regiões do Novo e do Velho Mundo, com destaque para os portugueses, como Porto, Verde e Madeira.

“Meu pai cultiva até hoje em Portugal o vinho que se consome em casa, comercializando o excedente da produção. Então, beber e vender vinhos são coisas que aprendi desde criança”, conta Nuno, que, por dois anos trabalhou como gerente do restaurante Antiquarius Grill, no ParkShopping.

Além da bebida, a loja oferece azeites de qualidade, como Esporão e Crasto, e acessórios para vinhos e pães confeccionados pela chef pâtissière carioca e esposa de Nuno, Flávia Masieiro.

Doce especialidade

As sobremesas portuguesas serão feitas em fábrica perto do DF (Ed Alves/CB/D.A Press)
As sobremesas portuguesas serão feitas em fábrica perto do DF

Os dois estimam iniciar a produção no mês de novembro. Para isso, buscam contato com hotéis, bufês e restaurantes que se interessem pelas iguarias “feitas com muita elevada qualidade”, garante Carlos Ferreira. Além dos conhecidos pastéis de nata, cornucópia (cone recheado com fios de ovos), torta rolada (rocambole), papo de anjo, quindim e almofada folhada, serão produzidos pata de veado, guardanapo, caracol, tigelada e outros.

O único doce frito será a bola de Berlim, como os portugueses denominam o sonho recheado de creme, segundo uma receita alemã. Duas caminhonetes frigorificadas trarão os doces no começo da manhã para Brasília.

Leitão assado

Clayton Machado foi contatado ano passado pela Câmara de Comércio Brasil—Portugal, seção Distrito Federal, que o apresentou a um dos sócios do grupo empresarial, o vice-presidente da Associação Industrial Portuguesa, Jorge Pais, seu anfitrião no Alentejo, para conhecer uma das maravilhas gastronômicas do país. De lá, o empresário brasiliense trouxe a receita portuguesa que consagrou o leitão da Bairrada e o forno que será instalado na cozinha do restaurante Esquina Mineira.

Leitõezinhos de três semanas, alimentados apenas a leite, serão oferecidos em três cortes distintos: inteiro, uma banda e um quarto, que pode ser dianteiro e traseiro. Envoltas em plástico, as peças serão embaladas em uma caixa de papelão com forro de alumínio, “como presente”, sugere Clayton, que desenvolverá acompanhamentos para o leitão de Natal. A produção de embutidos confeccionados de forma artesanal ao estilo português que representa o terceiro projeto está prevista para 2014. O grupo busca um local para erguer a empresa.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK