Brasília-DF,
28/SET/2021

Chefs brasilienses transformam partes menos nobres de aves em pratos deliciosos

O Divirta-se Mais selecionou uma lista de locais; fique por dentro

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Mariana Vieira - Especial para o Correio Rebeca Oliveira Publicação:21/02/2014 06:00Atualização:21/02/2014 11:22

Rabada com agrião do restaurante D'Lourdes no Guara I (Ana Rayssa/CB/D.A Press)
Rabada com agrião do restaurante D'Lourdes no Guara I

Muita gente ainda faz cara feia quando são oferecidos cortes como língua, tripa, moela, pé, rabo ou pescoço. O preconceito é maior em solo brasileiro, porque lá fora os miúdos foram incorporados à gastronomia de países, principalmente daqueles que passaram por grandes guerras. Consumi-los era uma necessidade — nenhuma parte do animal poderia ser descartada quando a comida era tão escassa. Hoje, para deleite de alguns comensais, o preparo dessas carne se aprimorou.

“Miúdos são verdadeiras iguarias”, ressalta o consultor gastronômico Alexon Michel. Ele ensina que, de modo geral, podem ser tanto órgãos internos (barriga, tripas, pulmões e rins) quanto partes externas (pés, orelhas, mãos e rabo) de aves, bovinos, peixes e suínos.

“Ainda há certa resistência aos miúdos devido a seu aspecto, por vezes diferente, ou porque, em algum momento, a pessoa provou uma carne sem limpeza, manejo e tempero corretos. Dos mais exóticos aos já aceitos à mesa, todos eles são muito gostosos”, completa Michel.

Da mesa sofisticada, passando pelo balcão de bar e finalizando com bancas de feiras locais, conheça estabelecimentos espalhados pela cidade que oferecem miúdos.


Aprenda a fazer a rabada do chef Anderson

Rabada com agrião (serve 4 pessoas)


Ingredientes

1kg de rabada cortada nas juntas

1 maço de cebola picadinha

30g de alho picadinho

150g de tomate maduro picadinho (sem semente)

1 e ½l de água

1 colher (sopa) de tempero caseiro

½ kg de batata inglesa descascada e partidas ao meio

1 pé de agrião

Modo de fazer

Lave a carne e tempere. Coloque uma panela de pressão para aquecer em fogo brando, espere aquecer durante dois minutos, depois aumente o fogo. Adicione a rabada e mexa até que fique dourada, se necessário coloque um pouco de água na carne. Acrescente a cebola e o tomate, mexendo com mais frequência. Coloque 500ml de água e deixe ferver por 5 minutos e adicione o restante da água e tampe a panela de pressão, deixando cozinhar por mais 15 minutos. Retire a pressão da panela, enquanto isso, frite o alho em uma frigideira.Em seguida, o alho e as batatas coloque na panela.Deixe cozinhar por aproximadamente 10 minutos, retire e sirva tudo com agrião.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Jair Ribeiro 21 de Ferveiro às 14:49

Argh. Comida de terceira transformada em iguaria? Arrogância de "chef". Enquanto puder existir filé mignon, peito de frango e salmão em minha mesa, não escolherei rabada, pulmão, rim ou moela, seja lá o tempero ou preparo que algum "chef" (querendo chamar a atenção, lógico) resolva impor.

[Denunciar]

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK