Brasília-DF,
20/JUL/2018

Restaurante de Jaime Campos é referência em comida nordestina

Ao lado da esposa, o dono cumprimenta os fregueses e oferece buchada de cabrito ou do sarapatel

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Mariana Vieira - Especial para o Correio Rebeca Oliveira Publicação:21/02/2014 06:12

Jaime Campos e a esposa, Lenise, aliam simpatia à gastronomia (Iano Andrade/CB/D.A Press)
Jaime Campos e a esposa, Lenise, aliam simpatia à gastronomia
 

Os vendedores do Mercado Central do Núcleo Bandeirante mantêm a atmosfera alegre e receptiva mesmo com a concorrência morando bem ao lado. O restaurante de Jaime Campos, por exemplo, divide corredor com outros dois do mesmo segmento — comida nordestina.

Mas a casa que leva seu nome tem algo a mais: seduz pela simpatia. A esposa de Campos, Lenisa, cumprimenta os fregueses um a um. Da cozinha, saem preparos com cheiro de Nordeste. Goiano de Montes Belos, cabe a pergunta ao empresário: por que optou por esse estilo gastronômico? “Cheguei a Brasília há 55 anos. Havia muitos nordestinos trabalhando na construção da cidade e resolvemos agradar-lhes”, esclarece.

Hoje, recebe clientes de todas as regiões da cidade, “inclusive deputados”, ele emenda. Geralmente, vão à procura da buchada de cabrito ou do sarapatel. Ambos os pratos custam R$ 45 e vêm com torresmo, pirão, salada, arroz, feijão e jabá (carne de charque desfiada). Este último acompanha todos os pratos servidos no estabelecimento.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK