Brasília-DF,
23/AGO/2017

Perto de você: a melhor pizza do país está em Brasília. Saiba onde!

Sob comando de Gil Guimarães, a pizzaria brasiliense Baco venceu premiação que reconhece os melhores restaurantes do Brasil. No mesmo evento, EAT Olivae, do chef Agenor Maia, ganhou como melhor restaurante do Centro-oeste

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Publicação:21/06/2017 14:35Atualização:21/06/2017 14:54
Pizza napolitana da Baco, assada em forno a lenha (Helio Montferre/Esp. CB/D.A Press)
Pizza napolitana da Baco, assada em forno a lenha
 
O restaurateur Gil Guimarães ainda está em êxtase com uma notícia divulgada na última segunda-feira (19/6). Pelo segundo ano consecutivo a Baco foi eleita a melhor pizza do país em premiação anual da revista Prazeres da Mesa, especializada em gastronomia. 
 
“É tão difícil manter algo há 17 anos em alto nível, lógico com tombos e escorregões, tentamos fazer o melhor possível”, comemorou Gil Guimarães em postagem na página da Baco no Facebook
 
A felicidade é redobrada por várias razões. Uma delas é que o estabelecimento deixou para trás gigantes do segmento com décadas de tradição em São Paulo: 1900, Bráz, Carlos Pizza e Speranza, além da carioca Ferro e Farinha. Curiosamente, Gil concorria com ele mesmo: a Napoli Centrale (saiba mais abaixo) estava na disputa.
 
 

História

 

A Baco começou de maneira tímida. Teve início com um box na Quituart (Canteiro Central do Lago Norte), onde o jovem Gil Guimarães comercializava as redondas e outros quitutes. Hoje, conta com dois endereços em áreas nobres de Brasília (no Bloco C da 408 Sul e no Bloco A da 309 Norte). Está entre as poucas do Brasil a seguir de modo fidedigno a receita da Vera Pizza Napoletana STG, certificada por uma entidade da Itália. A pizza napolitana é coisa séria e foi decretada como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. 

 
Existe amor em SP 
 
Não satisfeito com reconhecimento local, o entusiasta da gastronomia resolveu desbravar o intimidador território paulista. No ano passado, abriu a Napoli Centrale, como parte da revitalização do Mercado Municipal de Pinheiros, reformado pelo Instituto ATA, de Alex Atala. 
 
Pizza informal para comer com as mãos: Napoli Centrale fez sucesso em SP  (Rebeca Oliveira/C.B/D.A Press)
Pizza informal para comer com as mãos: Napoli Centrale fez sucesso em SP

 
Criada em sociedade com o gaúcho Marcos Livi (dono, entre outros estabelecimentos, do bar Veríssimo, em SP), a empreitada logo cavou seu espaço, arrancando elogios do público e da crítica. O diferencial é que as redondas são servidas em tamanhos individuais e vem em papel pardo, em atendimento informal direto no balcão.
 
É pizza para comer com as mãos – hábito incentivado a ser repetido na Baco, se o cliente assim desejar. Em comum, as casas de Brasília e SP tem a massa de fermentação natural, além de recheio com ingredientes nobres e da estação. 

Capital em festa
 
Brasília foi agraciada em outra categoria na premiação anual da Prazeres da Mesa. O Olivae (hoje, EAT Olivae), de Agenor Maia, foi eleito o restaurante do ano da região Centro-oeste. Ele também usou as redes sociais para agradecer os glutões e companheiros do setor.
 
Situado na 405 Sul, o Olivae concorreu com outros dois estabelecimentos brasilienses: o novato Authoral e o peruano Taypá. "Foram 4 anos de muito trabalho, alegrias, decepções. Muita gente torceu, acompanhou e vibrou conosco. Magoei gente do bem, criei sorrisos. Tenho uma família incrível que sempre acreditou nisso!", escreveu o chef. 
 

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK