Brasília-DF,
28/MAR/2020

De Alfonso Cuarón e J.J.Abrams, série Believe estreia nesta semana no Brasil

A atração é uma das mais aguardadas pelo público. O primeiro episódio será divulgado em 19 de março, na Warner Channel

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Adriana Izel Publicação:16/03/2014 06:00Atualização:14/03/2014 10:27
 (Warner Channel/Divulgação)

Desde que foi anunciado que Alfonso Cuarón, vencedor do Oscar de melhor diretor por Gravidade, estava à frente de uma nova série de ficção científica, as expectativas todas se voltaram para a trama. E aumentou ainda mais depois que foi divulgado que J.J. Abrams, o nome por trás de Lost, seria o produtor executivo. Logo teasers e fotos surgiram na internet para tentar saciar os admiradores da dupla. A espera finalmente termina em 19 de março, quando Believe estreia no Brasil, a partir das 20h, na Warner Channel.

A série é centrada na história de Bo (Johnny Sequoyah), uma menina que nasceu com poderes paranormais e, por conta disso, virou alvo de um grupo que pretende sequestrá-la. As primeiras aparições do dom da jovem surgem aos 2 anos, e, desde então, ela precisa fugir. Na aventura, ela conta com o apoio de uma equipe, liderada por Winter (Delroy Lindo), pronta para protegê-la, acreditando que Bo pode, um dia, mudar o mundo.

Para garantir a segurança da garota, que aparece em perigo logo no primeiro episódio da trama, o grupo que a apoia recruta o prisioneiro Tate, vivido por Jake McLaughlin (Heroes). O personagem, que está preso e condenado injustamente à morte, é ajudado a fugir da cadeia e começa a correr contra o tempo para salvar a menina das mãos dos ajudantes de Roman Skouras (Kyle MacLachlan), líder do grupo que deseja dominar os poderes de Bo.



Com assinatura do diretor

Logo no primeiro episódio de Believe é possível ver algumas nuances dos trabalhos de Cuáron e Abrams. Os efeitos especiais, que levaram o mexicano a vencer o Oscar, aparecem na primeira — e eletrizante — cena de um acidente de carro envolvendo Bo e os pais adotivos, além das imagens das habilidades sobrenaturais da menina.

Outro ponto que logo remete a dupla é a química entre os personagens principais, característica de ambos nos últimos trabalhos. Como no filme Gravidade, em que Dra. Ryan Stone (Sandra Bullock) e Matt Kowalski (George Clooney) em pouco tempo estabelecem uma relação de amizade, e Almost human (série de Abrams), na qual John Kennex (Karl Urban) e o robô Dorian (Michael Ealy) se tornam amigo, em Believe, Bo e Tate apresentam uma forte ligação, perceptível pelos espectadores desde a cena em que os personagens se conhecem e, o motivo da aproximação, é explicado ao final do primeiro capítulo.

Apesar de ser uma ficção científica, a série também trata das relações humanas, principalmente, devido as características de Bo, uma jovem sensível aos sentimentos das pessoas ao redor. Por conta disso, Believe promete conquistar não apenas os fãs do gênero científico, mas também quem gosta de tramas mais açucaradas.

O nome do ficção científica
O produtor J.J.Abrams está por trás de sucessos do gênero, com Lost (Patrick Fallon/REUTERS)
O produtor J.J.Abrams está por trás de sucessos do gênero, com Lost

De tempos em tempos, as tramas de ficção científica retornam às séries televisivas. Um dos responsáveis por isso é o diretor e produtor J.J. Abrams, de Believe. Ele ficou famoso por dirigir as novas versões de Star trek no cinema e também por Lost, um dos seriados de maior sucesso da tevê com uma média de 16 milhões de telespectadores por capítulo — e que lhe garantiu dois Emmys e dois Globos de Ouro.

Abrams também criou Fringe, uma mistura de Além da imaginação e Arquivo X. O programa durou três temporadas e girava em torno de acontecimentos estranhos, que desafiavam a ciência e tinham origens desconhecidas no planeta Terra.

Atualmente, além de Believe, ele é o produtor de duas séries de ficção científica. Entre elas, Almost human, que conta, por meio da história de policiais que trabalham com parceiros robôs, a evolução incontrolável da ciência e da tecnologia. Na produção, nem mesmo as máquinas foram capazes de controlar o aumento da criminalidade no mundo em um futuro distante.

Apesar de estar intimamente relacionado à ficção científica, o diretor também esteve envolvido em outros gêneros, nas produções Alias, Felicity. J.J. Abrams também trabalhou no longa-metragem Missão impossível 3.
    • 14/03/2014
    • TV - Seriado Believe
descrição

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK